Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

22 Janeiro de 2020 | 19h44 - Actualizado em 23 Janeiro de 2020 | 09h07

Responsável destaca benefícios do projecto Gráfica Regional

Huambo - O director da Gráfica Popular do Ministério da Comunicação Social, Fernando Cunha, destacou hoje (quarta-feira), no Huambo, que a efectivação do projecto Gráfica Regional vai reduzir, de forma significativa, os custos de impressão e contribuir para a redução do desemprego.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Ministro da Comunicação Social, Nuno Albino, (2º à dir)) recebe explicações durante a visita ao projecto da Gráfica, na Chiva

Foto: JÚLIO VILINGA

Director da Gráfica Popular, Fernando Cunha

Foto: JÚLIO VILINGA

No final da visita do ministro da Comunicação Social, Nuno Caldas Albino, realizada ao espaço do Projecto Gráfica, situado na zona industrial da Chiva, arredores da cidade do Huambo, o responsável declarou à imprensa que a referida infra-estrutura vai trazer grandes vantagens em termos de custos e de empregabilidade dos jovens locais.

Segundo Fernando Cunha, na gráfica poderão ser impressos, além de jornais, rótulos, cheques, livros, convites, blocos, dossiês, cadernos e outros produtos de qualidade, que servirão não só a província do Huambo, mas toda região Centro-Sul de Angola.

Informou que as autoridades estão a estudar, neste momento, as condições do local, ocupado ilegalmente pela população circunvizinha, para ver se é possível avançar com o projecto no local ou negociar com o Governo da província do Huambo um outro espaço para a construção de uma nova infra-estrutura.

“Vamos analisar, em termos de custos, se vale a pena construir um novo empreendimento ou reabilitar o actual”, rematou.

Fernando Cunha informou que o projecto, implementado numa infra-estrutura construída na época colonial, nunca chegou a funcionar. Em 2010, quando esteve próximo de ser inaugurada, um dos equipamentos danificou-se num acidente de viação, durante a transportação do litoral para o planalto central.

Obras

O ministro, cuja delegação integra os presidentes dos conselhos de administração da ANGOP, TPA, RNA e Edições Novembros, incluindo o director do Centro de Formação de Jornalistas (CEFOJOR), efectuou ainda uma visita às obras do Centro Regional de Formação de Jornalistas e constatou as condições de trabalho dos órgãos de comunicação social públicos e privados.

Nesta visita de dois dias à região, Nuno Caldas Albino manteve encontros, em separado, com a governadora da província, Joana Lina, e com os representantes dos partidos políticos com assento na Assembleia Nacional.

Segundo a agenda, quinta-feira (último dia da jornada), tem previsto um encontro com os profissionais e associações da comunicação social.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 22/01/2020 21:24:53

    Políticos realçam desempenho dos órgãos de Comunicação Social

    Huambo - Os representantes dos partidos políticos com assento na Assembleia Nacional realçaram esta quarta-feira, no Huambo, a postura dos órgãos de Comunicação Social públicos e privados, que, na sua opinião, têm melhorado significativamente o seu desempenho, permitindo a consolidação do Estado democrático de direito.

  • 22/01/2020 19:15:10

    Obras do Centro de Formação de Jornalistas terminam este ano

    Huambo - As obras para a construção do Centro Regional de Formação Jornalística, em curso desde 2014, na província do Huambo, devem estar concluídas no final deste ano, informou hoje, (quarta-feira), o ministro da Comunicação Social, Nuno Caldas Albino.

  • 22/01/2020 10:47:49

    Ministro da Comunicação Social avalia sector no Huambo

    Huambo - As condições de trabalho dos órgãos de Comunicação Social no Huambo e o grau de execução das obras do Centro de Formação de Jornalistas estão a ser avaliados hoje (quarta-feira) pelo titular da pasta, Nuno Albino Caldas, que efectua uma visita de 24 horas à província.