Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

04 Outubro de 2019 | 23h23 - Actualizado em 05 Outubro de 2019 | 20h37

Universidade angolana rubrica protocolo com Instituto de Medicina Tropical

Lisboa (Da correspondente) - Um protocolo de cooperação nas áreas de ensino e investigação científica foi rubricado nesta sexta-feira, em Lisboa, entre o Instituto de Medicina Tropical e a Universidade Privada de Angola (UPRA).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Instituto de Medicina Tropical e Instituto Privado de Angola UPRA, assinam protocolo bilateral

Foto: Cedida

O acordo assinado pelo director do Instituto de Medicina Tropical da Universidade Nova de Lisboa, Filomeno Fortes, e pela decana da Universidade Privada de Angola (UPRA), Antónia Constantino, reforçará o nível de cooperação existente entre as duas instituições ao longo dos anos.  

Em declarações à Angop, o director do Instituto de Medicina Tropical, o médico angolano Filomeno Fortes, disse que o projecto tem um significado muito importante por ser o primeiro protocolo que a instituição assina depois de uma semana da sua tomada de posse.

Salientou que o mesmo é de extrema importância porque pretende-se rapidamente uma parceria entre o instituto e os países da CPLP. “ Angola é um país que tem uma palavra a dizer no contexto da CPLP e a assinatura deste protocolo vai permitir uma porta de entrada para esse nosso desígnio”, destacou.

Filomeno Fortes realçou a importância de se começar rapidamente o reforço da capacidade dos quadros em Angola, não só em termos de formação, mas nas valências de pesquisas, das áreas clínicas e de programas de saúde.

O especialista em malária e doenças tropicais fez saber que o instituto tem capacidade técnica, científica e pedagógica que nos próximos 45 dias vai fazer deslocar a subdirectora para a área de cooperação a Angola para trabalhar directamente com a equipa da UPRA sobre os projectos específicos.

A Instituição pretende contribuir com cursos de doutoramento, mestrado e projectos de investigação científica.  

Por sua vez, a decana do UPRA, Antónia Constantino, disse que com o protocolo assinado a instituição pretende estabelecer uma parceria forte com o Instituto de Medicina Tropical, da Universidade Nova de Lisboa, nas áreas de ensino, investigação científica e extensão universitária.

A UPRA existe há 19 anos e conta com 17 cursos nas áreas de medicina, enfermagem, fisioterapia, psicologia médica, ciências do ambiente, veterinária, jornalismo e comunicação, relações internacionais, arquitectura, engenharia civil, entre outros.

Assuntos Protocolo  

Leia também
  • 29/08/2018 19:35:07

    Profissionais devem ter domínio de conceitos do protocolo e cerimonial - diz docente

    Luanda - Os profissionais devem ter o perfeito domínio dos conceitos, bem como das especificidades do protocolo e cerimonial, distinguindo a actuação nos domínios público, privados ou internacional, defendeu, nesta quarta-feira, em Luanda, o docente da Escola Superior de Guerra das Forças Armadas Angolanas, coronel Francisco Longa.

  • 07/11/2017 18:17:14

    Angola: UNITEL e USAID assinam memorando para combate da malária

    Luanda - Um memorando de entendimento para prevenção e combate da malária em Angola foi assinado hoje (terça-feira), em Luanda, entre a Agência americana para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e a empresa angolana de telefonia móvel Unitel.

  • 22/03/2017 12:33:33

    Cuanza Sul: FAS e BÚE assinam protocolo de formação

    Sumbe - Pelo menos 150 cidadãos beneficiários de projectos de inclusão produtivas vão ser formados, este ano, na província do Cuanza Sul, na disciplina de plano de desenvolvimento, visando impulsionar o crescimento sustentável fruto da assinatura de um protocolo assinado entre o Fundo de Apoio Social (FAS) e o Balcão Único do Empreendedor (BÚE).