Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

15 Julho de 2020 | 18h37 - Actualizado em 15 Julho de 2020 | 18h37

Covid19: Vice-governadora apela à calma da população

Benguela - A vice-governadora provincial de Benguela para o sector Social, Político e Económico, Deolinda Valiangula, apelou hoje, quarta-feira, à calma da população, tendo em conta aos resultados reactivos registados na província, anunciados na terça-feira pelo secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

vice-governadora provincial de Benguela para o sector Social, Político e Económico, Deolinda Valiangula (Arquivo)

Foto: José Honório

De acordo com a Deolinda Valinagula, a população deve ter calma, uma vez que um caso reactivo não significa um caso positivo da covid-19.

“Os testes estão em exame em Luanda e não há motivos de alarme diante dos casos reactivos”, exortou a responsável, reafirmado que um caso reactivo não significa ter covid-19, precisa ser confirmado pelos testes de biologia molecular.

Entretanto, as províncias do Uíge, Benguela, Lunda Norte, Huíla e Cabinda reportaram casos reactivos da covid-19, através de testes rápidos efectuados nos últimos dias e que devem ser confirmados com o exame de RTPCR, segundo informação avançada pelo secretário de Estado para a Saúde Pública.

Na óptica de Franco Mufinda, não há motivos para alarme sem que haja o pronunciamento do laboratório do Instituto Nacional de Investigação de Saúde, onde as amostras reactivas das províncias são encaminhadas.

Por outro lado, 100 testes da covid-19 estão a ser efectuados de forma aleatória no mercado informal do 4 de Abril, em Benguela, afirmou o responsável do departamento provincial de saúde pública em Benguela, Américo Maquina.

“De forma aleatória, seleccionamos as pessoas para poderem fazer o teste”, explicou, afirmando que em caso de suspeito, automaticamente o sector faz a colheita com zaragatoa para se poder fazer a confirmação.

Angola tem até ao momento o registo de 541 infectados (475 de transmissão local), 26 mortes, 118 recuperados e 397 activos.

Leia também
  • 15/07/2020 12:44:04

    Covid-19: Bié recebe de mil testes rápidos

    Cuito - O Governo do Bié já recebeu os mil testes rápidos do Ministério da Saúde e começa a distribui-los ainda esta semana pelos nove municípios, anunciou, hoje (quarta-feira), no Cuito, o director do Gabinete Local da Saúde, João Campos Cacungula.

  • 14/07/2020 22:03:19

    Covid-19: Cabinda com dois casos em análise

    Cabinda - Dois casos suspeitos de Covid-19 foram registados esta terça-feira em Cabinda, durante testes rápidos a 195 pessoas, realizados pelas autoridades sanitárias da provincia.

  • 14/07/2020 21:53:39

    Covid-19: Testes rápidos abrangem mais de 15 mil pessoas

    Luanda - Quinhentas e 90 pessoas com casos reactivos, das 15 mil e 139 submetidas a testes rápidos, expressaram a probabilidade de terem entrado em contacto com o novo coronavírus (Covid-19) em Angola.