Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

04 Abril de 2020 | 23h43 - Actualizado em 04 Abril de 2020 | 23h42

COVID-19: Mercado da Quissala desinfectado após encerramento

Huambo - Depois do encerramento este sábado, por falta de organização e desrespeito à distância mínima exigida, o mercado da Quissala, vulgo ?Alemanha?, foi desinfectado pelas autoridades, no âmbito das medidas de prevenção da pandemia do novo Coronavírus (Covid1-9).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Autoridades encerram mercados informais e aproveitam desinfectar para conter propagação do Covid-19

Foto: Pedro Parente

Durante a campanha, promovida pelo Governo Provincial do Huambo, foram desinfectados vários armazéns de venda produtos alimentares, como forma de garantir as condições de segurança e evitar o contágio desta pandemia aos mais de 15 mil vendedores e compradores.

Com o encerramento da parte informal, os vendedores deverão ocupar imediatamente a zona formal, construída em 2009, com mil e 124 lugares, na sua maioria desocupada pelos comerciantes que optavam pelo espaço a céu aberto, mesmo nesta fase de prevenção contra a doença.

Em função disso, segundo apurou a Angop no local, apesar de mesmo possuir mil e 124 lugares, a capacidade deverá ser reduzida pela metade, para que sejam respeitadas à distância mínima exigida, dando-se primazia exclusiva para a venda de bens alimentares e outros produtos essenciais.

Além do mercado da Quissala, estão a ser desinfectados vários espaços públicos de maior aglomeração populacional, incluindo a Centralidade do Lossambo, numa iniciativa do Gabinete da Saúde, em coordenação com o da Agricultura e Pescas, e o envolvimento do sector empresarial.

A acção abrangeu também o mercado informal do Cambiote, um dos seleccionados para a venda de produtos alimentares nesta fase em que o país observa, desde o dia 27 de Março, o Estado de Emergência Nacional, decretado pelo Presidente da República João Lourenço.

A par deste, foram seleccionados os mercados formais da Cidade Baixa e dos Himalaias, este último na parte Alta, bem como os informais das Cacilhas e do Campango ou São Luís.

Assuntos Província » Huambo   Saúde  

Leia também
  • 05/04/2020 13:04:48

    Covid-19 e a higienização das mãos

    Luanda - A higienização das mãos, para prevenir infecções por vírus e bactérias, nunca foi tão valorizada pelo mundo, como se vê desde o aparecimento repentino da Covid-19.

  • 04/04/2020 15:27:24

    COVID-19: Embaixada angolana em França enaltece feitos de Padre Kapiñgala

    Luanda - A Embaixada de Angola em França enalteceu os feitos do Padre Tomás Kapiñgala, falecido por covid-19 (no dia 2 deste mês), destacando o seu exemplo de entrega, solidariedade e o sentido humanista, particular para a comunidade eclesiástica angolana.

  • 04/04/2020 14:37:34

    Covid-19: Chitato tem Akz quatro milhões para prevenção

    Chitato - O município de Chitato, província da Lunda Norte, tem disponível quatro milhões de kwanzas para aquisição de material de consumo, entre os quais, equipamentos de biossegurança, para acções de prevenção do novo coronavírus (covid-19).