Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

01 Outubro de 2019 | 18h02 - Actualizado em 01 Outubro de 2019 | 18h02

Mosaiko lança livro sobre corrupção

Luena - Um livro que aborda casos de corrupção nos serviços de justiça, saúde e das consequências do garimpo de madeira em seis regiões do país foi apresentado hoje, no Luena, ao público, pelo Instituto para Cidadania "Mosaiko".

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Denominada "Avaliação participativa sobre o acesso a justiça", na obra se descreve de forma quantitativa e não numérica as ocorrências de acusação de feitiçaria, violação sexual, violação doméstica, cujas vítimas são crianças e mulheres adultas.

Djamila Ferreira, membro da Mosaiko, explicou que o livro, de carácter social, descreve igualmente como estes actos foram resolvidos sem o auxílio dos órgãos de justiça e das autoridades tradicionais.

Apresenta ainda entrevistas de pessoas que vivenciaram casos de corrupção nos serviços de justiça e de saúde, bem como de abate indiscriminado da madeira.

Indicou que nas comunidades produtivas, por exemplo do Moxico, a devastação da floresta resultou no desaparecimento de certas espécies de árvores típicas e a fuga das abelhas.

Para a produção desta obra, avançou, reaizaram, durante três anos, um mapeamento dos principais tipos de conflitos, crimes e problemas registados nas comunidades, assim como entender como são resolvidos os conflitos nas regiões longínquas do país, onde não existem instituições judiciais.

No acto de lançamento do livro, o bispo da diocese do Luena, Dom Jesus Tirso Blanco, defendeu a inclusão das Forças Armadas Angolanas (FAA) na fiscalização das actividades de exploração da madeira.

Pediu também as empresas que exercem essa actividade a cumprirem com os contratos, sobretudo na preservação do meio ambiente, e concretizarem às suas acções sociais em benefícios das populações das áreas de exploração de madeira, conforme prevê a Lei.

Assuntos Cultura   Província » Moxico  

Leia também
  • 28/09/2019 00:22:24

    Anna Joyce e Konde partilham palco no Dueto N'Avenida

    Luanda - Os artistas angolanos Anna Joyce e Konde Martins dividiram nesta sexta-feira, em Luanda, o palco do primeiro show da terceira temporada do projecto Duetos N'Avenida, que acontece de 27 de Setembro a 14 de Dezembro, na Casa70.

  • 27/09/2019 01:53:11

    Yannick vence concurso musical Top dos Mais Queridos

    Luanda - Depois de ter ficado em segundo lugar na edição de 2009, o músico angolano Yannick Afroman conquistou, esta quinta-feira, pela primeira vez, o concurso musical Top dos Mais Queridos, com a música "Bakongo".

  • 27/09/2019 01:32:13

    Escritor defende dinamização da literatura na CPLP

    Luanda - O escritor angolano Luís Kandjimbo, defendeu, esta quinta-feira, em Luanda a livre circulação das obras literárias a nível da Comunidade dos Países de Língua Portuguesas (CPLP), num esforço de se mitigar o fraco conhecimento sobre os trabalhos desenvolvidos pelos autores deste espaço.