Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

12 Novembro de 2019 | 23h57 - Actualizado em 13 Novembro de 2019 | 09h50

Três províncias ganham apoio da África do Sul

Pretória- Angola e a África do Sul intensificam contactos exploratórios para captar investimentos a serem aplicados em zonas agrárias remotas das províncias de Malange, Bié e Cuando Cubango pelo seu potencial agropecuário.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

MANADA DE ELEFANTES (Arquivo)

Foto: preparado Zita Gonçalves

Agricultura mecaniza na fazenda no sul de Angola (Arquivo)

Foto: Francisco Miúdo

De 1 a 6 de Dezembro, uma missão de investidores sul-africanos escala Luanda a convite da Secretaria para o Sector Produtivo da Presidência da República para dar corpo aos contactos iniciados em Agosto último para desenvolver agricultura de precisão, criação de animais de grande porte e reorganização rural.

 A missão de investidores sul-africanos é uma resposta ao desafio da política de Diplomacia Económica do Presidente João Lourenço e está a ser descrita como um passo para o lançamento de uma profunda reforma agrária em Angola.

 Os investidores estão mobilizados, as oportunidades de negócios estão identificadas e numa primeira fase serão priorizadas as localidades de Nharea e Kamacupa na província do Bié, Malange e Cuando Cubango, pelo seu potencial em recursos humanos, hídricos e de terras aráveis.

Uma  equipa da coordenação da missão dos investidores foi recebida nesta terça-feira, pela embaixadora extraordinária e plenipotenciária de Angola na África do Sul, Sua Excelência Filomena Delgado com quem discutiu a criação de uma Plataforma Estratégica que sustentará o processo de desenvolvimento deste Projecto.

 O projecto de reforma rural em Angola que os investidores sul-africanos propõem, contempla a agricultura de precisão, a criação de animais de grande porte, a reorganização das comunidades rurais e sua integração em cooperativas, o desenvolvimento do agro - negócio, melhoria das infra-estruturas viárias e a electrificação rural.

 A Plataforma Estratégica integrará cooperativas, empresas e entidades ligadas a produção de produtos para saúde animal e agrária, de sistemas de irrigação, laboratórios certificados e de equipamentos diversos.

 Para a embaixadora Filomena Delgado, o combate a pobreza e a geração de uma economia de escala, é o primeiro objectivo a atingir nas três províncias pilotos eleitos pelos investidores que são Bié, Malange e Cuando Cubango.

Assuntos Economia  

Leia também
  • 13/11/2019 13:40:26

    UE disponibiliza mais de 7 milhões euros para projecto PALOP-TL

    Luanda - A União Europeia (UE) anunciou hoje, em Luanda, ter iniciado a disponibilizar, no princípio deste ano, o financiamento de 7,7 milhões de euros, para apoiar o Programa para consolidação da governação económica e sistema de gestão das finanças dos países africanos de língua portuguesa e Timor Leste.

  • 12/11/2019 13:39:37

    País regista redução das importações

    Luanda - O País vive agora uma redução das importações, tendo registado no primeiro trimestre deste ano uma queda a volta de 50 % da importação, revelou nesta terça-feira, em Luanda, o secretário de Estado da Economia, Sérgio Santos.

  • 12/11/2019 04:10:38

    Lunda Sul: Campanha agrícola envolve mais de 43 mil famílias

    Cacolo - Quarenta e três mil e 896 famílias camponesas estão envolvidas na presente campanha agrícola 2019/2020 na Lunda Sul, a ter lugar num espaço preparado de 61.270 hectares, na localidade de Nacatende, cujo arranque foi procedido nesta segunda-feira, em Cacolo, pelo governador provincial, Daniel Neto.