Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

29 Julho de 2020 | 18h10 - Actualizado em 29 Julho de 2020 | 18h09

Administração da Catumbela apoia massificação do desporto

Catumbela - O administrador municipal da Catumbela, Fernando Belo, afirmou hoje, quarta-feira, que vai disponibilizar apoio material às escolas de formação de jogadores de futebol sediadas na circunscrição, para massificação do desporto naquela parcela da província de Benguela.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Falando a propósito do actual estado do desporto na região, o responsável garantiu estarem a ser preparadas condições para apoiar as agremiações que apostam na formação, como são os casos do Sporting da Rainha, do 5 de Outubro e do Crocodilo.

Independentemente da intervenção directa do empresariado local, Fernando Belo salientou que o programa de incentivo ao desporto, da administração municipal, contempla o apoio à massificação desportiva, para estimular a juventude nesta senda.

Porém, o edil reconheceu que o município da Catumbela está “fraco a nível do desporto”, daí a pretensão de apoiar a juventude e as equipas locais, a fim de voltarem aos tempos áureos, por exemplo do Girabairro.

“Já assistimos a grandes finais do Girabairro, ainda quando Catumbela era comuna. Mas, hoje, somos ultrapassados por outros municípios em termos de qualidade e quantidade de equipas”, lamentou.

O anúncio do administrador municipal da Catumbela surge numa altura em que a escola de formação do Sporting da Rainha, por exemplo, debate-se com dificuldades em material desportivo para 50 atletas, dos 13 aos 16 anos, nos escalões de iniciados e juvenis.

Avindo Job, responsável do Sporting da Rainha, escola fundada a 01 de Agosto de 2010, na comuna do Gama, diz que a falta de bolas de futebol e de equipamento desportivo são os seus principais “handicaps”.

O responsável disse acreditar que, se os apoios prometidos chegarem, mais crianças irão beneficiar da prática desportiva e quiçá um dia evoluírem em uma das equipas ou do Girabairro ou até do principal campeonato de futebol angolano, o Girabola.

Ao que a ANGOP apurou, desde 2010 que a escola já transferiu mais de 30 atletas, tanto para a escola congénere da Academia Kamba, em Luanda, quanto para outras formações que “militam” no Girabairro, em Benguela.

Leia também
  • 28/07/2020 13:39:06

    APFSB quer formar para desenvolver

    Benguela - O novo presidente da Associação Provincial de Futebol de Salão de Benguela (APFSB), Simões Samajamba, disse hoje, terça-feira, que vai apostar nos escalões de formação para massificar e desenvolver a modalidade no quadriénio 2020/24.

  • 25/07/2020 19:18:51

    Esmeraldo Chipeio eleito presidente da APAB

    Benguela - Esmeraldo Chipeio "Geny" (lista A) foi eleito hoje, sábado, com cinco (5) votos a favor e um (1) contra, novo presidente da Associação provincial de Andebol de Benguela (APAB), suplantando o candidato da lista B, Manuel Betencourt.

  • 24/07/2020 18:37:52

    Futebol: Wiliete anuncia contratações

    Benguela - O Wiliete Sport Clube de Benguela contratou 12 atletas visando o Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão (Girabola 2020/21, afirmou à Angop, nesta sexta-feira, o vice-presidente da agremiação, Victorino Visele.