Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

04 Abril de 2020 | 09h11 - Actualizado em 04 Abril de 2020 | 09h11

COVID-19: Ministra das Comunicações esclarece medida de rastreio do governo

Pretória (Da correspondente) - O governo da África do Sul anunciou que vai usar as torres das empresas de telefonia móvel para rastrear pessoas que estiveram em contacto com os cidadaos que testaram positivo para a Covid-19.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O anúncio foi feito sexta-feira em Pretória pela ministra das Comunicações, Telecomunicações e Serviços Postais, Stella Ndabeni abrahams, durante uma conferência de imprensa.

Na ocacsião, Stella Abrahams disse que a medida destina-se a "ajudar o ministério da Saúde a localizar todos aqueles que, de uma forma ou outra, mantiveram contacto com pessoas cujos resultados dos testes deram positivo".

Ainda de acordo com a ministra, o seu sector pediu autorização às operadoras da rede de celular para "acessar a localização geográfica dessas mesmas pessoas que testaram positivo".

Interrogada se isto não iria criar um mal estar entre os cidadãos, a titular das Comunicações esclareceu que "o executivo não está a gravar os telefonemas de ninguém e muito menos a perseguir pessoas nas redes sociais".

“Não estamos interceptando ligações nem mesmo para a pessoa cujo teste deu positivo. O nosso objectivo é proteger aqueles que estão próximos do indivíduo infectado pelo novo coronavirus", disse.

“Respeitamos que todo o cidadão tenha direito a privacidade, mas em situações como esta que o país está a atravessar devido à pandemia da Covid-19, esses direitos individuais não substituem os direitos do país ", pontualizou Stella Abrahams.

A ministra sul-africana esclareceu ainda que os direitos críticos mais importantes são a garantia da segurança de todos os cidadãos para que a disseminação da Covid-19 não continue.

A terminar, a governante tranquilizou a população, advertindo que "os operadores estarão à contas com a justiça se usarem esta oportunidade para escutarem as comunicações entre as pessoas".

Assuntos África do Sul  

Leia também