Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

17 Janeiro de 2020 | 18h27 - Actualizado em 17 Janeiro de 2020 | 20h09

CPJ junta-se aos esforços de moralização da sociedade

Huambo - O escritor e poeta João Lara Macuva Hotalala, da Brigada Jovem de Literatura de Angola, foi reeleito, esta sexta-feira, para um segundo mandato de três anos na direcção do Conselho Provincial da Juventude (CPJ), durante o qual defende uma maior aposta nos esforços de moralização da sociedade.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Novos membros do Conselho Provincial da Juventude (CPJ)

Foto: Velentino Yequenha

Secretário Executivo do Conselho Provincial da Juventude (CPJ), João Lara Macuva Hotalala

Foto: Velentino Yequenha

De igual modo, entre os desafios da organização referiu o incentivo à formação académica e técnico-profissional, assim como o fomento ao auto-emprego.

O dirigente associativo, reconduzido na V assembleia-geral de balanço e renovação de mandatos, apontou também o reforço da convivência pacífica, com o objectivo de promover a cultura de paz, bem como em acções tendentes a elevação do bem-estar desta franja da sociedade, por sinal a força motriz.

Perante uma plateia constituída por membros do Governo e jovens de diversas organizações sociais, incluindo de partidos políticos com assento Parlamentar, João Lara Macuva Hotalala disse que a falta de instalações próprias e a insuficiência de recursos financeiros constituem os principais constrangimentos do Conselho da Juventude na província do Huambo.

João Lara Macuva Hotalala, que concorreu sozinho para a sua própria sucessão, obteve 29 votos dos 31 possíveis, num evento que contou com a presença do presidente do Conselho Nacional da organização, António Francisco Tingão.

Foram igualmente eleitos Sérgio Bernardo Romário (Administração e Finanças), em representação do Juventude do Conselho das Igrejas Cristãs de Angola, Ângelo Pascoal (Planificação e Projectos), depois de proposto pela Associação dos Escuteiros de Angola, Marcelino Cailala (Associativismo e Participação Juvenil), ido dos ex-seminaristas da Arquidiocese da Igreja Católica, ao passo que Natália Canhembo, da Associação dos Estudantes do Instituto Superior Politécnico Católico, encarrega-se pela Informação e Marketing.

Para a mesa da assembleia da organização, os delegados elegeram Sérgio Bartolomeu Likutu, do Fórum Angolano dos Jovens Empreendedores, enquanto Estefânia da Graça Vilinga, da JMPLA, tornou-se secretária executiva do Conselho Fiscal e Jurisdicional.

As associações e organizações com direito a voto escolheram, também, quatro vogais, sendo dois para a Mesa da Assembleia e igual número para o Conselho Fiscal.

Ao usar da palavra no final do acto, o presidente do Conselho Nacional da Juventude, António Francisco Tingão, destacou a forma ordeira e pacífica como se realizou o processo electivo do novo corpo directivo da organização na província do Huambo, numa altura em que esta franja enfrenta vários problemas sociais, como o acesso ao emprego, ao ensino superior e habitação, entre outras dificuldades.

O dirigente juvenil pediu aos recém-eleitos o reforço da capacidade interventiva no sentido de contribuirem para que as organizações e as associações juvenis continuem a colocar todo o seu saber e a cerrar fileiras em torno das acções que são desencadeadas na província, tendo em vista o crescimento e desenvolvimento da região, de forma particular e do país, em geral.

O Conselho Nacional da Juventude (CNJ), criado há 28 anos, como uma plataforma de congregação das organizações e associações juvenis do país, sem fins lucrativos, actua com o objectivo de garantir e salvaguardar os ideais e legítimos interesses desta franja da sociedade, bem como assegurar a sua participação na vida pública, no âmbito da cidadania participativa.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 17/01/2020 11:48:34

    Jovem de 23 anos de idade morta por questões passionais

    Huambo - Uma jovem, identificada por Flora Nawendo Savita, de 23 anos de idade, foi espancada até à morte esta semana, no interior da residência em que vivia no bairro da Calomanda, arredores da cidade do Huambo, por dois cidadãos, que no momento da detenção alegaram questões passionais.

  • 16/01/2020 16:57:12

    ONG The Mentor investe USD 120 mil em projectos sociais no Huambo

    Huambo - Cento e 20 mil dólares norte-americanos é o montante a ser investido, este ano, pela Organização Não-governamental (ONG) The Mentor Initiative, em projectos de impacto social, na província do Huambo.

  • 15/01/2020 19:16:34

    Ministro promete levar falsos pensionistas a Tribunal

    Caála - O ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, João Ernesto dos Santos "Liberdade", prometeu hoje (quarta-feira), na cidade da Caála (Huambo), tudo fazer para excluir do sistema de pagamento os pensionistas "inconvenientes" e levá-los a Tribunal, por estarem a lesar o Estado angolano.