Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

05 Junho de 2020 | 20h42 - Actualizado em 08 Junho de 2020 | 12h28

Academia de Letras quer resgate das línguas Bantu

Luanda - O resgate das línguas Bantu está nas prioridades do novo elenco da Academia Angolana de Letras (AAL), liderada pelo sociólogo Paulo de Carvalho.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Sociólogo Paulo de Carvalho

Foto: arquivo

Em declarações hoje à imprensa, à margem da tomada de posse dos órgãos sociais da AAL, Paulo de Carvalho considerou ambicioso o seu programa para o quadriénio (2020-2023), com o foco na reactivação da Academia e resgate das línguas Bantu.

Entende que a juventude precisa de tomar conhecimento da história das letras angolanas, notando que AAL está em melhores condições de passar este conhecimento.

O responsável foi eleito com 94 por cento dos votos para um mandato até 2023, em substituição do escritor Boaventura Silva Cardoso, que estava em funções desde 2016.

O académico Filipe Zau assume a vice-presidência, enquanto o escritor Artur Pestana “Pepetela” se mantém no comando da mesa da Assembleia-Geral.

A Academia Angolana de Letras (AAL) tem como foco questões relacionadas com o estudo e a investigação da literatura angolana, da língua portuguesa, das línguas angolanas, assim como a relação entre elas.

Assuntos Cultura  

Leia também
  • 27/05/2020 17:09:34

    Artistas clamam por apoios do governo no Cuanza Sul

    Sumbe - Proprietários de casas de cultura e fazedores de artes, na cidade do Sumbe, província do Cuanza Sul, clamam por apoio financeiro do governo e material para continuarem a desenvolver as suas actividades.

  • 22/05/2020 21:25:44

    DJ's sem rigisto na SADIA condicionados

    Luanda - A Sociedade Angolana dos Direitos Autorais (SADIA) aconselha os Disco Jockeys e produtores musicais a filiarem-se nessa instituição e registarem as suas obras, para protecção e desenvolvimento das suas actividades profissionais sem quaisquer impedimentos.

  • 04/05/2020 17:50:34

    UNAC pretende aproveitar espaços culturais

    Lubango - A União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAC) pretende, ainda este ano, iniciar contactos com os governos provinciais para melhor aproveitar os espaços culturais do país, para aumentar o número de produção e exibição de peças artísticas.