Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

12 Setembro de 2015 | 20h13 - Actualizado em 12 Setembro de 2015 | 20h13

Huambo: Biografia do general Kundi Paihama apresentada aos leitores da província

Huambo - A obra intitulada "General Kundi Paihama - Uma história de batalhas e conquistas", da autoria do professor universitário António Ngula Chivinga, foi apresentada hoje, sábado, na província do Huambo, ao público leitor da região durante uma sessão de venda e autógrafo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O livro é uma biografia resumida da trajectória política e militar do general Kundi Paihama, nascido no município do Quipungo, na província da Huíla, actualmente governador da província do Huambo.

Durante a apresentação da obra, o jornalista João Gaspar Domingos Pedro disse que nesta obra o autor tenta trazer com tamanha grandeza a dimensão de Kundi Paihama, cuja trajectória perde-se na imensidão das suas acções ou práticas, como legado a ser seguido, lições a aprender ou testemunhos de um tempo que serve para projectar o futuro airoso.

A obra, prosseguiu o também director da emissora local do grupo Rádio Nacional de Angola, contada na primeira pessoa, descreve toda a trajectória política e militar de Kundi Paihama que, com inteligência, audácia e muita militância política no MPLA, conquistou grandes batalhas e granjeou vitórias importantes para à Nação angolana.

Explicou que o livro narra ainda o contributo político do personagem principal no início da luta contra o colonialismo, nas batalhas travadas no sul de Angola contra as tropas invasoras sul-africanas e das rixas políticas com o líder fundador da Unita, Jonas Malheiro Savimbi, e do único encontro entre ambos, em 1991, no aeroporto internacional 4 de Fevereiro, em Luanda.

O autor da biografia, prosseguiu João Pedro, começa pelo contexto do nascimento de Kundi Paihama, a sua infância e a conquista da escola, sem esconder as dificuldades económico-sociais que enfrentou até chegar ao topo da política nacional.

Disse ainda que nesta obra também é apresentado o perfil político do 1º Presidente da República, António Agostinho Neto, em função do tempo que Kundi Paihama conviveu com ele e do actual Presidente, José Eduardo dos Santos, como continuador da revolução angolana.

O livro possui 208 páginas, perfazendo 14 capítulos, apresenta também as batalhas de Kundi Paihama na família, na igreja e aborda, ainda, os 40 anos de Independência Nacional na visão do personagem principal, além do valor da paz para os angolanos e conselhos para a juventude angolana.

Neste mesmo livro estão patentes os desafios superados pelo general Kundi Paihama, enquanto ministro da Segurança do Estado, da Defesa, do Interior, dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, comissário provincial de Benguela, governador da Huíla e de Luanda.

A obra conta ainda com testemunhos do actual ministro da Hotelaria e Turismo, Pedro Mutindi, conteporâneo de Kundi Paihama, e foi prefaciada pelo secretário de Estado da Cultura, Cornélio Caley.

No prefácio lê-se que Kundi Paihama faz parte da história moderna de Angola. O autor do livro, António Ngula Chivinga, nasceu aos 17 de Abril de 1974, no município do Quipungo, província da Huíla, é membro da Brigada Jovem de Literatura e autor das obras “Exortação à maturidade Cristã”, publica em Maio de 2014 e “Que futuro para as línguas nacionais Angola”, em Abril de 2014.

Leia também
  • 12/09/2015 20:00:30

    Huambo: Quotidiano do município do Cazenga retratado em livro

    Huambo - O livro intitulado "Cenas do Cazenga", escrito por Ambrósio Fernandes, foi vendido sexta-feira, na província do Huambo, durante uma sessão organizada conjuntamente pelo autor da obra e o secretariado local da Brigada Jovem de Literatura.

  • 11/09/2015 15:51:22

    Bengo: Enaltecida visão poética da esperança em Agostinho Neto

    Caxito - O escritor e crítico literário, António Quino, enalteceu hoje, sexta-feira, em Caxito, província do Bengo, as obras de Agostinho Neto pela sua contribuição na mudança de mentalidades e na busca de soluções no continente africano, particularmente em Angola.

  • 11/09/2015 13:20:41

    Bengo: Académico insta maior divulgação das obras do poeta Agostinho Neto

    Caxito - A necessidade de se divulgar nas escolas do ensino primário e secundário as obras do poeta e primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto, foi defendida hoje, sexta-feira, em Caxito, província do Bengo, pelo director da Escola Superior Pedagógica (ESP-B), João Boaventura Ima Panzo.