Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

12 Agosto de 2020 | 11h42 - Actualizado em 12 Agosto de 2020 | 11h42

Banco Económico junta-se ao PAC com AKz 5 mil milhões

Luanda - O Banco Económico (BE) aderiu ao Projecto de Apoio ao Crédito (PAC) e vai disponibilizar cinco mil milhões de kwanzas para dinamizar projectos de investimento que visam o aumento da produção interna, no âmbito do Prodesi.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Numa nota de imprensa, chegada hoje, quarta-feira, à Angop, o BE refere que, apesar do acordo só ter sido agora assinado entre as partes, nos últimos anos a Direcção de Banca de Investimento do Banco tem vindo a focar a sua actividade no apoio a projectos enquadrados na aposta governamental de inversão do ciclo de produção e de estímulo ao crescimento económico.

Para o BE, as empresas não podem estar nesta missão isolada, daí a necessidade da banca nacional estar disponível e com recursos para fazer avançar projectos elegíveis, com sustentação técnica e financeira, os quais para além de retorno aos seus investidores, conseguirão também outros ganhos, designadamente o aumento da produção interna, diminuição das importações, poupança de divisas, aumento de empregos directos e indirectos e o desenvolvimento global do país como um todo.

Para garantir que os pedidos de crédito cheguem a bom porto, o Banco Económico dispõe de uma equipa profissional, apostada em criar com os clientes uma relação de médio e longo prazo capaz de conduzir à implementação dos projectos num período de tempo vantajoso para as partes envolvidas.

Cinco mil milhões de kwanzas é o montante que a instituição colocou à disposição do Programa de Apoio à Produção Nacional, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações.

Desde 30 de Julho deste ano, são já 14 os bancos que rubricaram a adesão ao PAC.

Para esse programa cujo objectivo é garantir que o país alcance a auto suficiência em 54 produtos, de modo a reduzir as importações e promover as exportações, o BDA tem disponíveis 60 mil milhões de kwanzas.

Das várias linhas de financiamento existentes, no âmbito do PAC, 216 projectos já foram aprovados.

O Banco Nacional de Angola (BNA) tem 68 projectos aprovados, nas linhas do BDA existem 131 aprovados e na linha do Dotshe Bank mil milhões de dólares disponíveis e quatro projectos aprovados.

Assuntos Banca  

Leia também
  • 10/08/2020 17:11:05

    Tomboco ganha repartição fiscal e balcão do BCI

    Mbanza Kongo - A vila do Tomboco, situada a 150 quilómetros da cidade de Mbanza Kongo, província do Zaire, ganhou nesta segunda-feira, uma Repartição Fiscal da Administração Geral Tributária (AGT) e uma dependência do Banco de Comércio e Indústria (BCI), inauguradas pelo governador local, Pedro Makita Armando Júlia.

  • 09/07/2020 23:19:42

    Covid-19: BCI doa bens alimentares

    Luanda - Os lares de acolhimento “Dom Bosco”, “Mamã Muxima” e “Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos”, na capital do país, beneficiaram, nesta quarta-feira, de doações de cestas básicas, no quadro do combate à covid-19, numa inicitiva do Banco de Comércio e Indústria (BCI).

  • 02/07/2020 19:12:49

    Bancarização atinge 40 por cento da população

    Luanda - Mais de 40 por cento da população angolana utiliza os serviços bancários, indicando eficiência do Sistema de Pagamento de Angola, segundo um estudo recente realizado pelas autoridades financeiras com apoio do Banco Mundial.