Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

17 Janeiro de 2020 | 19h11 - Actualizado em 17 Janeiro de 2020 | 19h11

Investidores inteiram-se do espaço da futura refinaria do Soyo

Soyo - Trinta e um investidores de diferentes empresas e nacionalidades interessados na construção da futura refinaria de petróleo no município do Soyo, província do Zaire, inteiraram-se nesta sexta-feira do espaço onde será implementado este projecto que prevê processar 100 mil barris de petróleo/dia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Durante a visita de algumas horas, os investidores entre nacionais e estrangeiros, visitaram os cerca de 700 hectares de terra disponíveis na área da praia da Sereia (nove quilómetros a oeste da cidade do Soyo) local onde será erguido a referida refinaria.
 

Os investidores aproveitaram a sua estada na cidade petrolífera do Soyo para também se inteirarem do funcionamento da  Central do Ciclo Combinado e do Porto local, estruturas que servirão de apoio ao projecto, como o fornecimento de energia eléctrica e na descarga de equipamentos para a construção da refinaria.

Em declarações à imprensa, no final da visita, o presidente da Comissão Executiva da Sonangol Refinação, Joaquim Soares Kiteculo, disse que os investidores saíram com uma boa impressão das condições existentes na circunscrição para a implementação deste projecto na região.
 

Informou que a visita dos investidores ao terreno faz parte do cumprimento das etapas do  programa de concurso público que está na fase de preparação e apresentação das propostas que a princípio serão entregues até ao  próximo mês de Março.
 

Para o governador do Zaire, Pedro Makita, o governo provincial e a população da região está ansiosa em ver implementado esse projecto que irá criar milhares de postos de trabalho para a juventude.

“A futura refinaria do Soyo vai juntar-se à outros projectos não menos importantes já implementados nesta parcela do território nacional e que têm contribuído para o desenvolvimento da província”, sublinhou.

A construção da refinaria do Soyo consta de um programa que prevê também a edificação de instalações do género em Cabinda com capacidade para 60 mil barris/dia e outra no Lobito (Benguela), com capacidade para 200 mil barris por dia.
 

O programa prevê, ainda, a reabilitação e modernização da Refinaria de Luanda, que deve elevar a capacidade de produção de 300 para 1.200 toneladas anuais.
 

Leia também
  • 16/01/2020 18:57:13

    Sonangol e Gemcorp assinam acordo de sócios para refinaria de Cabinda

    Luanda - A Sonangol e a Gemcorp Capital LLP assinaram hoje, em Luanda, o acordo de sócios, para construção da refinaria de Cabinda, que terá a capacidade para processar 60 mil barris de petróleo/dia.

  • 15/01/2020 19:58:54

    Ministra quer Mbanza Kongo na rota do turismo mundial

    Mbana Kongo - A ministra do Turismo, Ângela Bragança, pediu hoje, quarta-feira, em Mbanza Kongo, província do Zaire, a conjugação de esforços para colocar o centro histórico local na rota do turismo cultural mundial.

  • 15/01/2020 16:41:33

    Reexportação de produtos desobedece normas no posto fronteiriço

    Soyo - A reexportação de produtos da cesta básica para a República Democrática do Congo (RDC) a partir do posto fronteiriço de Kimbumba, município do Soyo, desobedece às normas aduaneiras e de comércio transfronteiriço, afirmou o consultor do secretário de Estado do Comércio, Assunção Pereira.