Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

16 Fevereiro de 2020 | 16h26 - Actualizado em 17 Fevereiro de 2020 | 12h07

Basquetebol: Treinador Adingono disponível para selecção angolana

Luanda - O treinador do Petro de Luanda, Lazare Adingono, manifestou-se disponível em orientar a selecção nacional sénior masculina de basquetebol, em substituição do norte-americano Will Voigt, caso seja convidado pela Federação Angolana da modalidade (FAB).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Seleccão nacional de Basquetebol e técnico Will Vogt

Foto: António Escrivão

Lazare Adingono: Técnico do Petro de Luanda

Foto: Antonio Escrivao

Em declarações à Angop, após triunfo da sua equipa sobre o 1º de Agosto, por 95-92, sábado, no pavilhão da Cidadela, no jogo da quarta jornada do Campeonato Nacional, disse que os sete anos em Angola, permitiram-lhe ter conhecimentos profundos do potencial e qualidades dos jogadores do país.

 “Angola é uma potência do basquetebol em África e no Mundo. Existem no país grandes talentos e jogadores de elevada capacidade, que precisam de um contínuo trabalho de aperfeiçoamento. Por isso, o tempo que estou neste país faz-me pensar que posso dar a minha contribuição na selecção, caso seja do interesse da FAB. Estou disponível e em condições de servir Angola”, afirmou.

Desde 2012 ao serviço do Petro de Luanda, o camaronês Lazare Adingono conquistou dois campeonatos nacionais (2015 e 2019), duas Taças de Angola (2013 e 2014) e uma Taça de África dos Clubes Campeões (2015). Também já foi técnico dos Camarões.                  

A selecção nacional, 11 vezes campeã africana, actualmente está sem treinador, após o abandono do antigo técnico campeão continental pela Nigéria, Will Voigt, contratado em 2017, em substituição do angolano Manuel Silva “Gi”.  

Como compromissos imediatos, o combinado angolano defronta as similares da Polonia e Eslovénia, em partidas do Grupo B do Torneio Pré-Olímpico, a decorrer em Junho, em Kaunas, Lituânia, segundo o sorteio da federação Internacional da modalidade (FIBA). A prova é qualificativa aos Jogos Olímpicos de Tóquio2020.    

Angola, com cinco presenças em Jogos Olímpicos, falhou a última edição no Brasil, em 2016, em que participaram a Nigéria e Tunísia. Dos mundiais, o país obteve a sua melhor classificação (10ª) em 2006, no Japão.

Outros treinadores nacionais, que também já passaram pelos hendecampeões africanos, casos de Alberto de Carvalho “Ginguba”, José  Carlos Guimarães, Raul Duarte, Paulo Macedo e Carlos Dinis, também são cogitados na possibilidade de renderem o norte-americano, numa indicação  por parte da actual comissão de gestão da FAB, dirigida por Gustavo da Conceição.           

O então presidente da FAB, Hélder Cruz "Maneda", e parte do seu elenco directivo, renunciaram o mandato em Novembro de 2019, a pouco mais de um ano do seu final, alegando falta de apoio institucional e desistência dos patrocinadores, situação inédita nesta que é a modalidade mais representativa do país.

Assim, com base nos estatutos foi indicado o órgão de gestão “ad hoc”, nos termos do regime jurídico das associações desportivas, a quem competirá praticar os actos de gestão corrente, manutenção da federação e preparação de eleições em 2020.

Helder Cruz foi eleito em Fevereiro de 2017, para o quadriénio 2017/2020, rendendo no cargo Paulo Madeira.

Assuntos Basquetebol  

Leia também
  • 16/02/2020 01:47:51

    Basquetebol: Petrolífero Morais conduz triunfo "sofrido" sobre agostinos

    Luanda - Apesar dos 19 pontos convertidos pelo base Carlos Morais, o Petro de Luanda empenhou-se para ultrapassar o 1º de Agosto por escassos três pontos (95-92), no jogo da quarta jornada da terceira volta da fase regular do Campeonato Nacional de Basquetebol, disputado no pavilhão da Cidadela.

  • 16/02/2020 01:15:17

    Basquetebol: Discernimento dita vantagem do Petro - Adingono

    Luanda - A grande capacidade de discernimento por parte dos jogadores do Petro de Luanda nos momentos cruciais do desafio estiveram na base do triunfo sobre o 1º de Agosto, por 95-92, no jogo da quarta jornada da terceira volta da fase regular do Campeonato Nacional sénior masculino de basquetebol, disse hoje, o seu treinador, Lazare Adingono.

  • 16/02/2020 01:10:51

    1º De Agosto perde por falta de serenidade

    Luanda - O treinador do 1º de Agosto, Walter Costa, justificou hoje a falta de calma e concentração da equipa como causas da derrota diante do Petro de Luanda por 92-95, no jogo da quarta jornada da terceira volta da fase regular do Campeonato Nacional sénior masculino de basquetebol, disputado no pavilhão da Cidadela.