Angop - Agência de Notícias Angola Press

Ministro encoraja pluralismo na TPA

18 Outubro de 2020 | 12h59 - Sociedade

Luanda - O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de informação e Comunicação Social, Manuel Homem, encorajou, neste domingo, a Televisão Pública de Angola (TPA) a prosseguir nos seus esforços pelo asseguramento de uma informação plural.

  • Ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem

Em mensagem de felicitações, a propósito dos 45 anos da estação pública que hoje se assinalam, disse augurar por uma informação independente, rigorosa, isenta e responsável.

Conforme o titular da pasta, este esforço deve ser feito no quadro da institucionalização, em Angola, de um sector de Comunicação Social  mais dinâmico e próximo das populações, que reflicta a sua verdadeira realidade e vivências.

Manuel Homem incentivou, por outro lado, a estação televisiva a continuar na senda da valorização do esforço quotidiano do povo angolano, pela promoção do progresso económico e social do país.

Para tal, disse, deve defender, através de uma comunicação credível e do debate organizado e sério de ideias, o amor à Pátria e os valores inalienáveis da Independência, da soberania, da democracia, da tolerância e da unidade nacional.

A Televisão Pública de Angola foi fundada a 18 de Outubro de 1975, por ocasião da primeira visita do primeiro Presidente da Angola independente, António Agostinho Neto.

Está presente na maioria dos lares de Angola, com três canais que emitem diariamente: TPA 1, generalista e principal da estação, TPA 2, com enfoque para o entretenimento e juventude, e a TPA Internacional, para atender a diáspora angolana e não só.