Angop - Agência de Notícias Angola Press

Peixe do "Olutorsk" comercializado no Bié

15 Setembro de 2020 | 14h44 - Sociedade

Cuito - A província do Bié recebeu hoje 30 toneladas de peixe carapau, para distribuição a agentes económicos, no âmbito do plano de distribuição das mil e 200 toneladas de pescado apreendidas no Navio Ucraniano "Olutorsk", em Agosto último, em Benguela.

  • Caixas de Peixe Carapau do Navio "Olutorsky"

No acto da distribuição do pescado aos operadores económicos, decorrida na Praça da “Solidariedade”, no Cuito, a directora do Gabinete Provincial de Desenvolvimento Económico Integrado, Anacleta Leonardo, sublinhou que para comercialização do peixe a instituição seleccionou 21 empresas, sendo que cada vai vender mais de 40 caixas ao preço de 15 mil kwanzas.

Anacleta Leonardo afirmou terem sido seleccionadas empresas cadastradas para o exercício desta actividade e deverão reembolsar aos cofres do Estado sete milhões e 200 mil kwanzas.

Das empresas seleccionadas, figuram as dos municípios do Cuito, Andulo, Nharea e Cuemba, acrescentando que as mesmas adquirem o peixe no valor de oito mil kwanzas, por caixa, e revenda a um preço não superior a  AKZ.15 mil.

Para  se prevenir eventuais actos de especulação de preço e garantir o cumprimento das medidas de prevenção e de contenção da Covid-19, durante o acto de comercialização, foi criada uma Comissão Multissectorial Provincial que vai acompanhar o processo.

Outras três toneladas foram entregues ao Gabinete Provincial da Acção Social, Família e Igualdade do Género, que se encarregará de distribuí-los aos Lares de Idosos “Elavoco Liomwenho”, Centro de Portadores de Deficiência de Lepra, Casas Lar do Cuito, Hospital Sanatório e aos Serviços Penitenciários.

A directora do Gabinete Provincial da Acção Social, Família e Igualdade do Género, Deolinda Benvina Gonçalves, enalteceu o gesto que pode minimizar as dificuldades enfrentadas pelas aludidas instituições, bem como melhorar a dieta alimentar.

Por decisão do Ministério das Pescas, para a distribuição do pescado foram seleccionadas algumas províncias onde a sua carência se faz sentir com maior realce, principalmente as encravadas no interior do país.

A embarcação ucraniana, com 90 tripulantes a bordo, foi retida, segundo o Ministério da Agricultura e Pescas, por ter violado a quota de captura legalmente estabelecida.