Angop - Agência de Notícias Angola Press

Duas pessoas morrem carbonizadas em Cahombo

16 Setembro de 2020 | 19h43 - Sociedade

Malanje- Duas cidadãs com idades compreendidas entre 37 e 59 anos morreram carbonizadas, terça-feira, numa lavra, na localidade de Micanda, município de Cahombo, em consequências de queimadas anárquicas.

De acordo com o director de Comunicação Institucional e Imprensa da Delegação Provincial do MININT, Intendente Junqueira António, as duas camponesas, que se encontravam numa lavra a processar mandioca, foram surpreendidas pelas fortes chamas que causaram a morte imediata.

Disse tratar-se de um caso de fogo posto praticado por elementos desconhecidos.

Este é o segundo caso do género a se registar naquela localidade. Em 2018, três crianças com idades entre os 8 e 12 anos morreram carbonizadas numa área de caça na sede municipal de Cahombo, quando foram surpreendidas pelo fogo posto por caçadores furtivos.

Junqueira António aproveitou a ocasião para exortar a população a evitar atear fogo em matas, tendo em conta que as queimadas anárquicas prejudicam o ecossistema e põem em risco empreendimentos económicos, para além de provocar perdas de vidas humanas.

O município de Cahombo conta com uma população estimada em 22 mil 117 habitantes, distribuídas em 3 comunas, nomeadamente Micanda, Mbaji ya Ngola e Cambo Sunjinji.