Angop - Agência de Notícias Angola Press

Mais de 30 milhões para iluminar preferia do Sumbe

30 Junho de 2020 | 20h08 - Sociedade

Sumbe - O projecto de iluminação pública da preferia da cidade do Sumbe, província do Cuanza Sul, está orçado em 34 milhões 983 mil 748 Kwanzas e deverá ser concluído em 90 dias, no quadro do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

No quadro do PIIM, a cidade do Sumbe testemunhou está terça-feira acto de consignação dos projectos que, a par do projecto de iluminação pública, inclui a operacionalização dos serviços
No quadro do PIIM, a cidade do Sumbe testemunhou está terça-feira acto de consignação dos projectos que, a par do projecto de iluminação pública, inclui a operacionalização dos serviços de saúde e a reabilitação de dois quartéis do serviço de Bombeiros.
Em declarações à Angop, após o acto de consignação, o porta-voz do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, Eduardo António, ressaltou a importância da execução física das unidades, que vai permitir melhorar as condições de trabalho.

Com a edificação das novas instalações, Eduardo António acredita numa prestação de serviço mais eficaz à população.

Relativamente à operacionalização dos serviços de saúde, o PIIM prevê um investimento na ordem dos 65 milhões de kwanzas, durante 12 meses.

Após o acto de consignação dos projectos, o administrador municipal do Sumbe, Adão da Silva Pereira, sublinhou o facto de o município ter um total de 12 projectos em execução, até o final do ano em curso.

O PIIM no Cuanza Sul vai consumir 35 mil milhões, 256 milhões, 291 mil 623 Kwanzas e 90 cêntimos em projectos sociais nas 12 circunscrições da província.

e saúde e a reabilitação de dois quartéis do serviço de Bombeiros.

Em declarações à Angop, após o acto de consignação, o porta-voz do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, Eduardo António, ressaltou a importância da execução física das unidades, que vai permitir melhorar as condições de trabalho.

Com a edificação das novas instalações, Eduardo António acredita numa prestação de serviço mais eficaz à população.

Relativamente à operacionalização dos serviços de saúde, o PIIM prevê um investimento na ordem dos 65 milhões de kwanzas, durante 12 meses.

Após o acto de consignação dos projectos, o administrador municipal do Sumbe, Adão da Silva Pereira, sublinhou o facto de o município ter um total de 12 projectos em execução, até o final do ano em curso.

O PIIM no Cuanza Sul vai consumir 35 mil milhões, 256 milhões, 291 mil 623 Kwanzas e 90 cêntimos em projectos sociais nas 12 circunscrições da província.