Angop - Agência de Notícias Angola Press

Ministro avalia operacionalidade da ETA Sudeste

22 Maio de 2020 | 15h40 - Sociedade

Luanda - O ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, avaliou o estado operacional da Estação de Tratamento de Água (ETA) Sudeste, uma das bases de apoio do programa de entrega de água gratuita às populações.

No âmbito do plano de contingência para combater  à pandemia da covid-19, João Baptista Borges passou pela girafa do Kikuxi e à ETA sudeste da EPAL, infra-estruturas básicas no processo de distribuição de água.

Segundo um informe do MINEA, o processo de distribuição de água gratuita conta com o envolvimento de 66 camiões cisternas.

Relativamente ao balanço do processo de distribuição de água às comunidades de zonas desprovidas de rede pública, avança haver ainda dificuldades no Rocha Pinto (Maianga) e a distribuição alternada no KM9 A (Viana), enquanto no KM9 B é necessário algum trabalho na rede da zona. Para tal, existe uma solução que está a ser equacionada com a empresa Sinohydro.

Em relação ao Centro de Distribuição (CD) do Zango, o ministro foi esclarecido que não foi dimensionado para abastecer todo o Zango, razão de haver zonas sem abastecimento de água por via das torneiras.

“O Zango cresceu bastante. O maior problema tem a ver com a limitação da capacidade dos reservatórios, razão na base de alcance do limitado raio de acção e consequentemente, ter as mesmas zonas a beneficiar de água em prejuízo das demais áreas mais distantes, situação que a empresa contactada promete apresentar solução nos próximos dias”, lê-se no informe.

Durante o balanço foram abordadas questões relacionadas com  a distribuição na cadeia de Caquila, Quartéis do Grafanil e nos prédios do 1º de Maio e da Filda, com a promessa da normalização nos próximos dias.