Angop - Agência de Notícias Angola Press

Malanje ganha centro de atendimento psico-social

14 Janeiro de 2020 | 15h22 - Sociedade

Malanje - Um centro de atendimento psico-social, afecto a Escola Superior Politécnica de Malanje (ESPM), foi inaugurado hoje (terça-feira), nesta cidade, com vista a promoção da investigação, prevenção e tratamento da doenças mentais, bem como atender casos de estudantes com necessidades educativas especiais.

A unidade, inaugurada pela ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Sambo, tem capacidade para atender 15 pacientes/dia e vai funcionar com 10 técnicos, entre psicólogos e enfermeiros, distribuídos pelas áreas de terapia muscular e psicologia.

A capacitação contínua dos docentes e discentes do curso de Psicologia, de modo a dar respostas assertivas aos problemas sociais, constitui outro objectivo do centro, que já funciona há alguns meses, mas em recinto improvisado, segundo o seu coordenador, Pedro Chioia.

Na ocasião, a ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Sambo, frisou que o centro representa uma mais-valia para a província, porquanto vai aproximar a instituição dos cidadãos, dando resposta aos diferentes problemas sociais, com incidência para o uso indevido de substâncias psicoactivas que, em muitos casos, resultam em desvios comportamentais.

Entende que a unidade vai igualmente melhorar a formação de técnicos do sector, na medida em que vai estimular o desenvolvimento de trabalhos de investigação científica voltada às questões intrinsecamente ligadas às comunidades.

Questionada sobre o aumento de propinas e outros emolumentos em algumas instituições de ensino superior, sobretudo em Luanda, a titular da pasta afirmou que tal situação está a ser tratar com o ministério das Finanças.

A ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação iniciou hoje uma visita de trabalho de dois dias a província, onde vai inteirar-se do nível de preparação das instituições de ensino superior locais para o ano académico 2020, bem como auscultar as principais preocupações.