Angop - Agência de Notícias Angola Press

População de Nankova quer melhorias nos serviços sociais

14 Agosto de 2019 | 13h06 - Sociedade

Menongue - A melhoria dos serviços de saúde, educação, energia e águas, instalação dos sinais da Televisão Pública de Angola (TPA) e da Rádio Nacional de Angola (RNA) constam das preocupações apresentadas, nesta quarta-feira, pelos munícipes de Nankova, ao governador Júlio Bessa.

Durante um encontro com o governador Júlio Bessa, que visita a localidade pela primeira vez desde que assumiu o cargo, a população apontou ainda a necessidade da reabilitação das estradas e pontes, para facilitar a circulação de pessoas e bens.

Para a deslocação ao município, que dista a 360 quilómetros de Menongue, capital da província, são necessárias 14 horas de viagem devido as péssimas considções das estradas.

Os munícipes solictaram ainda a colocação dos serviços de registo civil, para evitar as deslocações a pé ou de cavalo para encontrar tais serviços na sede municipal do Cuito Cuanavale, bem como de transportes públicos.

Mitigar as consequências da seca, a atribuição de pensões de reforma aos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria excluídos do sistema do Ministério das Finanças e a instalação de bancos comerciais fazem igualmente parte das preocupações apresentadas.

Em resposta, o Júlio Bessa garantiu a instalação, para breve, de duas pontes metálicas sobre o rio Longa e na localidade de Mpalei-MPalei, bem como na mobilização de meios para a terraplanagem do troço.

Em relação ao fornecimento de energia eléctrica, adiantou que será feita uma avaliação técnica da situação, mas aventa que a posibilidade de se instalarem painéis solares.

Sobre a execução do PIIM, que em Nankova terá uma fatia de mais de 93 milhões de Kwanzas, Júlio Bessa defendeu a necessidade de os responsáveis locais discutirem com a comunidade o conteúdo das acções inscritas, para que correspondam às necessidades concretas das famílias locais.

O governador asseverou, em relação a seca,  a criação de condições para se trabalhar na antecipação dos fenómenos, um processo que deve passar também pelo desenvolvimento da pecuária e da agricultura familiar, sobretudo em zonas ribeirinhas, uma vez que o governo irá apoiar com sementes e instrumentos para o efeito.

Sobre os bancos, apontou que a questão dos Bancos Comerciais poderá ser resolvida com a indicação de comerciantes locais como “correspondentes bancários”.

Quanto à extensão dos sinais de Rádio e Televisão, avançou que a solução será encontrada com a instalação de sistemas modernos de telecomunicações que permitam a população acompanhar as emissões destes órgãos de Comunicação Social.

Na ocasião, informou que está em estudo do uso de brigadas móveis de registo civil para atender a população do município do Nancova, estimada em mais de 3 mil habitantes, para a obtenção do assento de nascimento, Bilhete de Identidade e outros documentos pessoais.