Angop - Agência de Notícias Angola Press

Projecto Vem Comigo insere mais de 100 mil portadores de deficiência

09 Agosto de 2019 | 22h10 - Sociedade

Luanda - Cento e dez mil portadores de deficiência foram inseridos no mercado do trabalho, no âmbito do projecto Vem Comigo iniciado em 2004, informou, nesta sexta-feira, o ministro da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Jesus Maiato.

  • Ministro da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Jesus Maiato, entrega inputs agrícolas
  • Viatura entregue a coordenação do Projecto Vem Comigo

O projecto está a ser implementado em 12 províncias do país e está focada na formação profissional, criação de cooperativas agrícolas e de prestação de serviços, bem como na implementação de pequenos  negócios,

A  6ª fase do projecto, que está em execução, prevê inserir no mercado do trabalho duas mil 750 pessoas com deficiência.

Esta fase abrange às províncias do Bié, Cuando Cubango, Cabinda, Uíge e Moxico, sendo financiado pelo Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social e supervisionado pela Fundação Lwini, coordenado e executado pela Associação Nacional de Deficientes Angolanos (ANDA).    

O governante, que falava à margem de uma visita de constatação a cooperativa agro-pecuária  de portadores de deficiência  na comuna de Cana- cassala, município  de Nambuangongo, província do Bengo, manifestou-se satisfeito pelo grau de organização  apresentado na cooperativa que conta com 100 famílias de ex-militares  portadores de deficiência.

Da constatação  efectuada, apontou como dificuldades a  falta de  viaturas  para escoar os produtos do campo para a cidade e a interligação com os diversos mercados  onde a produção possa ser comercializada.

Referiu que este facto tem levado a deterioração de grandes quantidades de alimentos, facto que levou a direcção do ministério a proceder a entrega de uma viatura com capacidade para três toneladas, com vista a superar esta lacuna.

Procedeu, de igual modo, a entrega de  inputs agrícolas aos membros da cooperativa composto por catanas, enxadas, lancis, entre outros instrumentos.

A cooperativa  agro-pecuária  em Cana  Cassala,  com  uma extensão de  dois mil e 50 hectares, produziu  duas mil 853 toneladas de bens diversos, com destaque para  mandioca, batata doce e rena, inhame, citrinos e banana.

Com  vista a  facilitar a deslocação  dos  integrantes da coordenação do projecto, o ministro  Jesus Maiato  procedeu ainda  a entrega de uma  viatura a  direcção da Associação Nacional de  Deficientes  de Angola  ( ANDA ).

O próximo  passo será a  visita de constatação à  província do Cuando Cubango para  analisar a situação dos 500 ex-militares cadastrados pelo projecto Vem  Comigo e que se encontram em condições precárias.

Por seu turno, o coordenador do referido projecto, Silva Lopes Etiambulo,  considerou de preocupante  as actuais  condições de vida das pessoas  portadoras de deficiência  cadastradas pela  ANDA.

Referiu que actualmente a coordenação do projecto  tem cadastrados 150 mil  portadores de deficiência em todo o país, na sua maioria ex-militares.