Angop - Agência de Notícias Angola Press

Programa de saneamento constrói dez mil latrinas na Huíla

12 Junho de 2019 | 09h54 - Sociedade

Lubango - Dez mil 595 latrinas foram construídas de 2008 a 2019 nos 14 municípios da província da Huíla, no âmbito do programa "Saneamento Total Liderado pela Comunidade", que visa pôr fim à defecação ao ar livre no meio rural até 2022.

Segundo a directora provincial da Huíla do Ambiente, Lídia Amaro, que prestou a informação hoje (quarta-feira) à Angop, o projecto incidiu sobre 105 aldeias dos municípios da Chibia, Cacula, Humpata, Caluquembe, Matala e Gambos.

A directora provincial afirmou que o objectivo é revitalizar e alargar o projecto para os 14 municípios da província, de forma gradual para que até 2022 se tenha um saneamento mais cuidado liderado pela comunidade.

A responsável declarou que o programa beneficiou um total de 22 mil 775 famílias, que além de englobar a construção de latrinas, envolve o tratamento da água para o consumo e o acondicionamento dos resíduos sólidos.

"Apesar dos apoios recebidos, a ideia é que as administrações municipais assumam a iniciativa nos seus municípios, servindo de modelos para que os outros também implementem, em função da descentralização e desconcentração de poder, para assim reduzir as enchentes de pessoas que ocorrem os hospitais por doenças causadas pelo saneamento precário", referiu.

Realçou que com a sensibilização e consciencialização de cada popular pode-se evitar enfermidades como a cólera, malária, doenças respiratórias e diarreicas agudas, entre outras, que constituem as maiores causas de ocorrências nos hospitais da província.

"Queremos abordar a metodologia nas escolas, principalmente com as crianças, porque elas, com maior facilidade influenciam os adultos e a assim a prática pode ser replicada", acrescentou.

O projecto, anteriormente a cargo do Ministério de Energia e Águas, agora está direcionado para o Ministério do Ambiente, e conta com o apoio da Acção para o Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).