Angop - Agência de Notícias Angola Press

Cuanza Norte: PN apreende mais de mil quilogramas de "liamba"

13 Abril de 2019 | 04h33 - Sociedade

Ndalatando - Mil e 56 quilogramas de estupafaciente "liamba" foram apreendidos e, consequentemente, destruídos pela Polícia Nacional no Cuanza Norte, no período de Janeiro a Março último, no âmbito do reforço das acções de fiscalização e combate ao narcotráfico.

  • Cuanza Norte: Polícia reforça acções de combate ao narcotráfico

Os respectivos quilogramas de "liamba", maioritariamente proveniente da província de Malanje, foram apreendidos no posto de fiscalização do Zenza do Itombe (munidípio de Cambambe) e  tinha como destino Luanda.

De acordo com uma nota de imprensa da Polícia Nacional, a "liamba" apreendida estava a ser transportada de forma disfarçada no meio de mercadorias alimentares.

Ainda no âmbito do combate ao crime, a polícia aponta, igualmente, o registo de 388 delitos de natureza diversas, menos 31 casos em relação ao período homólogo de 2018, com destaque para os furtos com 101 casos, 73 ofensas corporais, 44 roubos e 23 posses e uso de estupefaciente (liamba).

Apesar dos referidos níveis de criminalidade, a Polícia Nacional no Cuanza Norte considera estável a situação de segurança pública local e regista um índice baixo de crimes violentos.

Em relação a segurança rodoviária, o excesso de velocidade, associado a falta de prudência e o mau estado de conservação das principais vias são apontadas como principais causas de 83 acidentes de viação, ocorridos no primeiro trimestre do ano em curso, com saldo de 36 mortos, 112 feridos e danos materiais avaliados em mais de um milhão de kwanzas.

Em relação ao primeiro trimestre de 2018, a polícia registou um aumento de treze mortos, enquanto os casos de acidentes e feridos constataram uma redução de 20 e cinco casos, respectivamente. 

As colisões com 35 casos registados e saldo de 24 mortos, seguido dos atropelamentos com 24 casos e nove mortos, despistes com 16 casos e três óbitos lideram a natureza dos acidentes registados no período em referência.

O excesso de velocidade com 39 casos registados e saldo de 18 óbitos, encabeça a lista da natureza dos acidentes ocorridos na província durante o primeiro trimestre do ano em curso.