Angop - Agência de Notícias Angola Press

Académicos querem criação de serpentário para CIMETOX

08 Novembro de 2019 | 20h46 - Sociedade

Malanje - Os participantes das jornadas científicas da Universidade Lueji A'Nkonde que encerram hoje, sexta-feira, em Malanje, recomendaram a criação de um serpentário para o Centro de Investigação e Informação de Medicamentos e Toxicologia (CIMETOX).

Segundo o comunicado final do encontro, que durou dois dias, a criação de um serpentário para o CIMETOX vai permitir a conservação de mais animais peçonhentos que servirão de base para produção do soro antiofídico.

Lembraram que o CIMETOX, afecto à Faculdade de Medicina da província de Malanje, dispõe de uma área reservada para serpentes, mas a sua dimensão ainda é reduzida para o devido aprovisionamento de cobras.

Os participantes apelaram ao Executivo no sentido de continuar a apoiar o projecto do CIMETOX para concretização do programa de produção do soro contra venenos de cobra, a partir de 2020.

No evento, realizado no âmbito do 8º aniversário do CIMETOX, a assinalar-se a 10 deste mês, os delegados abordaram temas como "Contributo da Extensão para o Desenvolvimento Comunitário", "Retrato do Projecto de Orientação às Famílias de Crianças com Necessidades Educativa Especial", "Toxicologia na Segurança da Saúde Pública: Perspectivas e Desafios", entre outros assuntos.

Participaram das jornadas, estudantes, docentes, membros do Governo Provincial de Malanje e responsáveis das unidades orgânicas da Universidade Lueji A'Nkonde, que abrange as províncias da Lunda Norte, Lunda Sul e Malanje.