Angop - Agência de Notícias Angola Press

Administrador do Mawé ferido por accionamento de mina

09 Agosto de 2018 | 19h22 - Sociedade

Menongue - O administrador comunal do Mawé, município do Calai, Fernando Caunda, contraiu, na noite de quarta-feira, no Cuito Cuanavale, ferimentos nos membros inferiores e no rosto, quando o carro que se fazia transportar accionou uma mina anti-tanque.

  • Sinalização de área minada

Em declarações hoje, quinta-feira, à Angop, no Hospital Geral do Cuando Cubango, o administrador explicou que o incidente aconteceu por volta das 21 horas de quarta-feira, quando regressava no troço Chambinga/sede do Cuito Cuanavale, que é frequentemente utilizado por viaturas e pessoas.

Gozando férias deste mês (Agosto) junto da família, o administrador fez saber que a deslocação até deveu-se ao pedido feito pelo seu irmão que vinha do Chambinga de carro, que acabou por avariar nas proximidades do bairro Sá Maria, arredores da vila do Cuito Cuanavale.

Minutos depois da avaria, continuou, o irmão ligou-lhe pedindo socorro, tendo movimentado o sua viatura pessoal até ao local, mas que no regresso e na mesma picada utilizada a viatura, com cinco passageiros, conduzido por ele, accionou uma mina anti-tanque.

Segundo informou, dos cinco ocupantes apenas ele ficou ferido, os demais sairam ilesos. A viatura ficou danificada.

A vítima explicou que depois do incidente, foi nas primeiras horas de hoje transportado para o Hospital Geral do Cuando Cubango, onde recebe cuidados médicos e que já sente-se melhor.

Uma fonte da unidade de referência na região sul do país, assegurou à Angop que o administrador do Mawé teve fratura no osso do cotovelo da perda esquerda, o que está a causar constante hemorragia, bem como pequenos ferimentos na face, mas que está fora do perigo.

Adianta que a situação do estancamento da hemorragia será superada dentro de algumas horas, pois o corpo médico está afincadamente a tratar do caso.

De referir que o caso sucedeu nas proximidades do Triângulo do Tumpo, zona que foi fortemente minada ao longo da guerra civil que assolou o país e que muitas minas, apesar de processos contínuos de desminagens já efectuados, ainda assim suspeita-se a existência de minas em várias áreas.

Em função desta realidade provocada pela grande Batalha do Cuito Cuanavale, travada no período entre 1987 a 1988, entre as tropas governamentais e inimigas, aliadas as então forças sul-africanas racistas, o Executivo já desenvolveu, em parceiras com outras ONG, com destaque para The Hallo Trust, acções de desminagem na circunscrição, processo paralisado por falta de recursos financeiros.

Este é o primeiro caso de incidente com minas que sucede naquela histórica municipalidade ao longo do ano em curso.