Angop - Agência de Notícias Angola Press

Kilamba Kiaxi solicita conclusão de projecto de macro drenagem

13 Junho de 2018 | 19h45 - Sociedade

Luanda - A administradora do Kilamba Kiaxi, Albina Guilhermina Luísa, solicitou ao Governo a conclusão do projecto de macro drenagem da província de Luanda, cujas obras paralisaram nessa circunscrição.

  • Administradora do Kilamba Kiaxi, Albina Guilhermina Luísa

A administradora, que falava num encontro com o secretario municipal da JFNLA, David Miguel, disse que a instituição pretende que haja celeridade na conclusão deste projecto .

Para si, a paralisação das obras está a causar transtornos à população, principalmente, na época chuvosa e a condicionar o projecto de requalificação do município.

Disse que esta preocupação já foi apresentada ao Presidente da República, João Lourenço, por ocasião de uma visita à província de Luanda, em Fevereiro do ano em curso, que incluiu o município do Kilamba Kiaxi.

Informou que a Administração está a trabalhar com o Governo da província na requalificação do município, porque apesar de estar localizado no centro as ruas do interior não estão asfaltadas.

O projecto de macro drenagem de Luanda insere-se no plano director-geral dessa província, aprovado pelo seu Conselho de Coordenação Estratégica, a 8 de Outubro de 2015, em sessão orientada pelo ex-Presidente da República, José Eduardo dos Santos.

O plano de Luanda, cuja execução tem a duração de 15 anos, estabelece como princípio preservar o ambiente natural e o património cultural da província, assim como o seu carácter urbano e a sua identidade.

O Conselho de Coordenação Estratégica da Província de Luanda tomou conhecimento, naquela altura, do relatório semestral das actividades realizadas pela Unidade Técnica de Gestão e Saneamento de Luanda e aprovou o seu projecto de macro-drenagem do Kilamba.

Do conjunto de actividades realizadas pela unidade, destacam-se as obras de construção de macro-drenagem do Suroca, Cazenga, Cariango e das redes separativas dos bairros Popular e Terra Nova, limpeza e manutenção das redes de colectores públicos e valas de drenagem, bem como a construção de quatro pontes metálicas para assegurar a circulação ao longo dos eixos dos diferentes sistemas de drenagem.