Angop - Agência de Notícias Angola Press

Quatro pessoas morreram afogadas e 12 foram salvas em Luanda

12 Março de 2018 | 13h06 - Sociedade

Luanda - Quatro pessoas morreram afogadas, nas últimas 72 horas, e outras 12 foram salvas na costa marítima de Luanda por mergulhadores do projecto Praias Seguras de Angola (PSA), segundo o comando provincial do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB).

  • Mergulhadores dos bombeiros (Arquivo)

Os mergulhadores retiraram das praias do Km-26 e Ilha do Cabo, município de Belas e distrito da Ingombota, os corpos de cidadãos de 13, 14, 28 e 36 anos de idade, respectivamente.

As eminências de afogamento ocorreram nas praias do Jango Veleiro e Ponto Final, na Ingombota, e Pôr-do-sol no município de Belas, envolvendo adultos e menores com idades entre os 12 e 30 anos.

De acordo com o porta-voz do comando provincial do SNPCB, Faustino Minguês, em declarações à Angop, no mesmo período registaram-se oito incêndios causados por curto-circuito, negligência e fuga de gás nos municípios de Luanda (Sambizanga e Rangel), Talatona (Avenida Pedro de Castro), Cacuaco (Avenida Fidel Castro), Kilamba-Kiaxi (bairro Maria Eugenia Neto), Belas (Centralidade do Kilamba) e Cazenga (Tala Hadi), afectando os sectores da habitação, transporte e comércio

Os bombeiros foram também chamados para desencarcerar uma pessoa presa nas ferragens de uma viatura no Cazenga (bairro Nguanha), na sequência do despiste do automóvel para o interior de uma residência e limpeza de três derrames de combustíveis no distrito da Ingombota e município de Talatona.

Já nas Centralidades do Kilamba e Sequele, os bombeiros procederam a abertura de quatro portas enquanto sete pessoas que padeciam de patologias diversas foram encaminhados para unidade hospitalares públicos e privados.

Estas pessoas, segundo a fonte, foram socorridas pelas ambulâncias pré-hospitalares a partir da via pública e residências nos distritos urbanos do Sambizanga, Maianga, Ingombota (município de Luanda), Capanga, EN 230 e Avenida Fidel Castro (Viana) e Hoji ya Henda (Cazenga).