Angop - Agência de Notícias Angola Press

Lunda Sul: Perfil da vulnerabilidade precisa ser conhecido com profundidade

14 Julho de 2017 | 09h53 - Sociedade

Saurimo - Para a melhoria da assistência as pessoas carenciadas, torna-se imprescindível e necessário o profundo conhecimento do perfil da vulnerabilidade em Angola, defendeu esta quinta-feira, em Saurimo (Lunda Sul), a secretária de Estado para Reinserção Social, Ana Paula Victor.

  • ANA PAULA VICTOR - SECRETÁRIA DE ESTADO PARA REINSERÇÃO SOCIAL

Segundo Ana Paula Victor que falava na cerimónia de abertura da Conferência Provincial sobre o novo paradigma da acção social, o conhecimento profundo do perfil de vulnerabilidade em Angola, permitirá ao executivo saber quais são as maiores dificuldades e como ajudar as pessoas que se encontram nesta situação.

Acrescentou que o cadastro social único pode ser um dos instrumentos de recolha de gestão da informação que permite identificar e implementar projectos e respostas sociais que melhor se adequam às necessidades das pessoas vulneráveis, de forma a serem encaminhadas, apoiadas e acompanhadas numa perspectiva integrada e coordenada.

Neste sentido, informou que o seu ministério pretende criar uma plataforma/movimento de solidariedade que ajude a reforçar, dinamizar e coordenar as diferentes acções filantrópicas, com vista a identificar como princípio base uma acção social partilhada.

Disse que o ministério pretende igualmente desenvolver uma estratégia que dinamize o terceiro sector e a economia social, através do estabelecimento de protocolos de parcerias entre o Estado e a sociedade civil.

Durante a conferência foram  abordados temas como estratégia para 1ª infância, promoção dos serviços para pessoa idosa, oportunidades de reabilitação integral da pessoa com deficiência, processo de reintegração dos ex-militares e a situação de desminagem na província.