Angop - Agência de Notícias Angola Press

Moxico: Aumenta procura a fisioterapia no centro reabilitação

20 Abril de 2017 | 14h06 - Sociedade

Luena - Trezentos e 18 pacientes, 130 dos quais crianças, procuraram o Centro Regional Leste de Reabilitação Física para fisioterapia, durante o I trimestre do corrente ano, mais 35 doentes que no período anterior, informou hoje, quinta-feira, no Luena, o director-geral, Nilton Amaral Baio.

  • Director-Geral do Centro Regional de Reabilitação Física da Zona Leste, Nilton Roque Amaral Baio
  • Moxico: Director Geral do Centro Regional de Reabiliotação Fisica da Zona Leste,Nilton Roque Amaral Baio

Os aludidos pacientes forma submetidos em duas mil e 732 sessões de fisioterapia, consubstanciadas em massagens e outros exercícios físicos.

Relativamente a ortoprotesia, registou-se 30 casos, menos dois em relação ao igual período anterior, 26 dos quais mereceram reparação das próteses e quatro transferidos para o centro de reabilitação Física da província do Bié.

Justificou que a transferência se deve ao facto de a paralisação, desde 2011, dos serviços de fabricação de próteses.

O igualmente fisioterapeuta afirmou que os números de pacientes tendem a elevar-se face as constantes alteração dos níveis da Hipertensão dos pacientes, decorrente de sequelas de Acidentes Vascular Cerebral (AVC).

Aconselhou, por isso, as famílias a reduzirem o consumo do sal, promover a prática de exercícios físicos, controlo regular da tensão arterial, bem como cumprir com o calendário de vacinação e evitar a condução em estado de embriagues.

Referiu que o centro tem parceria com a representação local do Ministério Assistência e Reinserção Social (MINARS), que fornece canadianas e algumas cadeiras de rodas, e com a direcção do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB), que ajuda a transferir pacientes a outros centros do sul do país, com preços módicos.

Em termo de dificuldades do centro, Nilton Baio apontou a degradação da instituição, falta de apetrechamento e o défice de recursos humanos para manter os serviços.

Cinquenta 50 funcionários, entre pessoal administrativo, técnicos especializados em fisioterapia, ortoprotesia e enfermeiros asseguram os serviços, atendendo diariamente cerca de 30 pacientes, com traumatismo por acidentes de viação, sequelas de AVC, má formações congénitas.

Em 2016, a unidade sanitária atendeu oito mil 389 utentes mais 367 que no igual período anterior.

O centro regional de reabilitação física do leste do país, foi fundado em 1997 pela organização não-governamental Fundação dos Veteranos de Guerra do Vietname (VVAF, sigla em inglês) e passou ao Ministério da Saúde em 2005.