Angop - Agência de Notícias Angola Press

Angola: Reintegração dos assistidos é prioridade dos Antigos Combatentes

21 Abril de 2017 | 14h49 - Sociedade

Luanda - A reintegração e assistência socioeconómica aos antigos combatentes e veteranos da pátria constam das prioridades do sector de forma a proporcionar a melhoria das condições de vida a eles e suas famílias, disse nesta sexta-feira, em Luanda o ministro Cândido Pereira Van-Dúnem.

  • A questão habitacional tem estado na prioridade social do ministério
  • Ministro Cândido Van-Dúnem orienta o encontro (Arq)

O governante teceu estas considerações durante a sessão de abertura do  XVII Conselho Consultivo Alargado do ministério sob o lema “ Reforçar a Organização do Sector e Dignificar o Antigo Combatente", que decorrerá nos dias 21 e 22 do corrente mês, tendo referido que já foi desenvolvido um conjunto de acções de natureza económica e social em favor da classe.

Segundo o ministro, os esforços da instituição a que preside, estão direccionados também para a implementação dos programas de fomento, criação e assistência técnica de cooperativas.

Acrescentou que foram identificadas 190 cooperativas agro-pecuárias e 80 de pesca que vão potenciar as famílias na geração de emprego e no combate à fome e à pobreza.

Cândido Van-Dúnem enfatizou, noutro momento da sua intervenão, que foram promovidas relações de intercâmbio de cooperação bilateral entre instituições congéneres que permitiram a assinatura de importantes instrumentos jurídicos, nomeadamente, a carta de intenções com Portugal e o memorando de entendimento e plano de acção com estabelecidos com a Coreia do Sul.

Neste domínio, apontou ainda a intensificação das acções no âmbito da formação técnico profissional e administrativa nas república da Índia, Argélia e Marrocos.

Para o ministro, " velar pelos antigos combatentes e veteranos da pátria, constitui um dever de honra do Estado e da sociedade".

O Conselho Consultivo analisa, entre outros assuntos, a aprovação do relatório de actividades referente ao exercício de 2016 e perspectivas para o ano em curso.

A apreciação da proposta da política nacional do antigo combatente e veterano da pátria constitui também destaque do encontro, no qual participam o secretário de Estado, directores nacionais e de diversos serviços, directores provinciais, entre outros quadros seniores do sector.