Angop - Agência de Notícias Angola Press

MASFAMU aponta famílias como baluartes na luta contra Covid-19

30 Junho de 2020 | 10h06 - Saúde

Luanda - A ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Faustina Alves, apontou, nesta segunda-feira, em Luanda, as famílias como os primeiros activistas na luta contra a Covid-19, ajudando o Governa na prevenção e combate ao inimigo comum, invisível e lectal.

A ministra, que falava na cerimónia de tomada de posse de directores, consultores, técnicos e oficiais administrativos do Sector, reafirmou o compromisso do Governo Angolano em melhorar, cada vez mais, as condições de vida das comunidades mais vulneráveis, através dos programas de protecção social, inclusão produtiva e geração de renda.

Ao novo director do Instituto de Reintegração Sócio Profissional dos Ex-Militares, , Jorge Gunji, a ministra apelou ao cumprimento, com rigor, da inclusão produtiva dos cerca de 70 por cento de ex-militares e de 30 por cento de famílias em situação de vulnerabilidade, no âmbito do Programa de Combate à Pobreza.

Reconheceu não ser uma tarefa fácil devido a situação económica e financeira que o País está a viver. “Mas, se tivermos vontade, nos empenharmos mais, sermos realistas, será possível sim, chegarmos próximo das metas do Programa de Desenvolvimento Nacional (PDN-2018/2022)”, frisou a ministra Faustina Alves.

A ministra empossou o novo director do Instituto de Reintegração Sócio-Profissional dos Ex-Militares, Jorge Gunji, a chefe de departamento de luta contra à pobreza da Direcção Nacional da Acção Social, Ester Santiago, consultores, técnicos, oficiais administrativo, entre outros quadros do sector.