Angop - Agência de Notícias Angola Press

COVID-19: Aumenta número de cidadãos em quarentena no Cunene

27 Março de 2020 | 01h31 - Saúde

Ondjiva - O número de cidadãos que se encontram a cumprir quarentena em Ondjiva, província do Cunene, aumentou nas últimas 24 horas, de quatro para 79 indivíduos, provenientes de Portugal, da República da Namíbia e África do Sul, no âmbito da prevenção da infecção por Coronavírus (COVID -19).

  • Cunene: Panorama da Cidade de Ondjiva
  • Gerdina Didalelwa - Governadora Provincial do Cunene

O aumento é resultado da entrada na tarde de terça-feira (24), através da fronteira em Santa-Clara, de 75 cidadãos nacionais vindos da República da Namíbia e da África do Sul, que por situação de urgência foram permitidos a entrada no país, apesar da circulação de pessoas na fronteira entre a Angola e a República da Namíbia estar encerrada por força do Decreto Legislativo Presidencial Provisório n.º 1/20 de 18 de Março.

Dos 79 em quarentena, quatro estão em regime domiciliar e os 75 institucional, pois foram encaminhados em instalações apropriadas sob controlo do governo local para os devidos procedimentos médicos que se impõe para aqueles cidadãos vindos de país afectados com o Covid-19.

No acto da recepção, a governadora do Cunene, Gerdina Didalelwa, disse que as condições técnicas e humanas para acolhimentos dos cidadãos em quarentena institucional está garantida.

 O Covid-19 é uma pneumonia que emergiu na cidade chinesa de Wuhan, em Dezembro, causada por um novo Coronavírus. O Covid-2019 tem sido comparado à epidemia global da síndrome respiratória aguda (SARS, na sigla em inglês), que aconteceu em 2002 e 2003.

Angola já dispõe de quatro casos positivos do novo Coronavírus.

A RDC, Côte d'Ivoire, Camarões, Senegal, Togo, Egipto, Tunísia, Argélia, Marrocos, Burkina Faso, Nigéria, África do Sul e Namíbia fazem parte do conjunto de países africanos afectados pela pandemia.