Angop - Agência de Notícias Angola Press

Bandeira monumento hasteada em homenagem a batalha do Cuito Cuanavale

23 Março de 2020 | 11h14 - Política

Luanda - A bandeira monumento foi içada, nesta segunda-feira, em Luanda, no Museu de História Militar, para assinalar o 32º aniversário da batalha do Cuito Cuanavale e o dia da Libertação da África Austral.

  • Momento do Içar bandeira Monumento
  • Governador de Luanda, Sérgio Luther Rescova
  • Sérgio Luther Rescova deposita coroa de flores no Monumento do Soldado Desconhecido

O acto foi orientado pelo governador da província de Luanda, Sérgio Luther Rescova, que num outro momento depositou uma coroa de flores no Monumento do Soldado Desconhecido, na Marginal da capital do país.

Em declarações à imprensa, Sérgio Luther Rescova sublinhou a importância da batalha do Cuito Cuanavale, na defesa da integridade do território nacional, salvaguarda da pátria e da independência nacional.

O governador considerou justa a homenagem "aos homens que se bateram com bravura no campo das operações militares para que a África Austral se visse livre dos seus inimigos".

Para o general na reserva, Fernando Amândio Mateus, o reconhecimento conforta a si e aos seus companheiros, pelo facto de terem contribuído para o alcance da paz e o consequente caminho de desenvolvimento social e económico de Angola.

O dia 23 de Março de 1988 marca o fim da batalha do Cuito Cuanavale, no sudeste de Angola, onde as então FAPLA (Forças Armadas Populares de Libertação de Angola), e as FAR (Forças Armadas Revolucionárias de Cuba), defrontaram o exército da maior potência militar regional, a África do Sul, e as forças da UNITA.

A vitória das forças revolucionárias nesta batalha representou uma viragem decisiva na África Austral, no sentido do progresso da paz e da libertação dos povos africanos oprimidos pelo regime do apartheid.

A data da Libertação da África Austral (que hoje se assinala) foi instituída dia 17 de Agosto de 2018 pelos estados membros da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Bandeira Monumento:

A bandeira, que pesa 40 quilos, tem 18 metros de comprimento e 12 de largura. É içada num mastro de 75 metros de altura, suportando ventos até 200 quilómetros.

A Bandeira Monumento pode ser vista a partir de todos os pontos da baixa de Luanda.

É hasteada a 4 de Janeiro (Dia dos Mártires da Repressão Colonial Baixa de Kassanje), 4 de Fevereiro (Início da Luta Armada de Libertação Nacional), 8 de Março (Dia Internacional da Mulher), 4 de Abril (Dia da Paz e da Reconciliação Nacional), 1 de Maio (Dia Internacional dos Trabalhadores) e a 25 de Maio (Dia de África).

Tal como no dia 17 de Setembro (Dia do Fundador da Nação e do Herói Nacional), 11 de Novembro (Dia da Independência Nacional) e a 25 de Dezembro (Dia de Natal e da Família).