Angop - Agência de Notícias Angola Press

PR recomenda soluções para melhor servir o país

09 Outubro de 2019 | 21h00 - Política

Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, recomendou, nesta quarta-feira, em Luanda, aos membros do Governo a busca de soluções que melhor possam servir o país e os cidadãos.

  • Presidente da República, João Lourenço, confere posse a novos membros do Governo
  • Presidente João Lourenço saúda novos membros do Executivo

O Chefe de Estado angolano, que falava na cerimónia de posse de novos membros do Governo, referiu que para as soluções que se impõem não se pode aguardar pelas “famosas ordens superiores“, salvo se as situações ultrapassarem as competências dos titulares dos departamentos ministeriais.

De acordo com o Presidente João Lourenço, o objectivo é sempre procurar maior eficiência no desempenho das instituições do Estado para servir o país.

Recomendou aos empossados a devida correspondência, no sentido de se alcançar as metas traçadas pelo Executivo.

“Queremos obra feita e precisamos de fazer coisas em concreto”, afirmou o Titular do Poder Executivo na sua breve intervenção na cerimónia testemunhada pelo vice-presidente da República, Bornito de Sousa, membros do Governo e responsáveis do seu gabinete.

Tomaram posse no cargo de ministras das Finanças e da Educação, respectivamente, Vera Esperança dos Santos Daves e Ana Paula Tuavanje Elias, bem como o governador da província do Namibe, Augusto Archer de Sousa Mangueira.

No Palácio Presidencial foram igualmente empossados o Secretário de Estado para as Finanças e Tesouro, Osvaldo Victorino João, o Secretário de Estado para a Saúde Pública, Francisco Cazembe Mufinda, e o vice-governador da Província do Bié para o Sector Político, Social e Económico. Carlos Ulombe Esperança da Silva, nomeados terça-feira por decreto presidencial.

Melhorias na qualidade de ensino

Entretanto, nas suas primeiras declarações à imprensa, a ministra da Educação, Ana Paula Tuavanje Elias, admitiu haver no sector desafios que requerem particular atenção, com realce para a melhoria da qualidade do ensino e a reforma educativa no país .

Por sua vez, a ministra das Finanças, Vera Esperança dos Santos Daves, que antes exerceu as funções de Secretária de Estado para as Finanças e Tesouro, apontou como prioritário o contínuo curso da consolidação fiscal, com vista a assegurar os indicadores da “boa saúde” financeira do Estado , que se deve reflectir no bem estar das populações.

Vera Daves, abordada sobre os fundos para implementação do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), garantiu que os recursos financeiros estão assegurados e disponíveis.

“O financiamento para os projectos do PIIM irão ser desembolsados à medida que as contratações estiverem concluídas e as facturas forem enviadas para pagamento“, garantiu a nova titular da pasta das Finanças.

Lançado em Junho último pelo Presidente João Lourenço, o PIIM, a ser implementado nos 164 municípios do país, tem como prioridades os sectores da energia e água, educação, saúde, saneamento básico e construção de vias.