Angop - Agência de Notícias Angola Press

Jogos da Polícia Austral reforçam solidariedade - comandante-geral

11 Julho de 2019 | 13h12 - Política

Luanda - O comandante-geral da Polícia Nacional, comissário-geral Paulo Gaspar de Almeida, considerou que os jogos da Organização Regional da Polícia da África Austral (SARPCCO) representam solidariedade, fraternidade e amizade entre as forças policiais da SADC.

Falando quarta-feira na apresentação da X edição dos jogos, Paulo de Almeida, disse que não está em causa os troféus e ganhos, nem os números de medalhas a arrecadar.

O comissário-geral destacou o facto de os jogos reforçarem e fortalecerem as relações culturais dos efectivos envolvidos no encontro.

Participam nos jogos da Organização Regional da Polícia da África Austral (SARPCCO) mais de mil atletas em representação de nove dos 15 estados que fazem parte da organização.

Trata-se de Angola, Moçambique, África do Sul, Republica Democrática do Congo, Malai, Zâmbia, Zimbábue, Tanzânia e Lesoto.

Durante o campeonato serão disputadas as modalidades de xadrez, futebol, tênis de campo, dama, medabol, voleibol, atletismo e andebol.

Os jogos serão realizados nos pavilhões mult-uso do Kilamba, Bombeiros, Refriango, quadra do clube de tênis de Luanda, estádios 22 de Junho e dos Coqueiros, onde será feita a  cerimônia de abertura e encerramento.

A organização regional aglutinadora das corporações policiais dos Estados membros da SADC foi esboçada a 23 de Setembro de 1994, durante um encontro de operativos em Mananga, Reino da Swazilândia, actual Swatini.

 A SARPCCO foi fundada por onze países, designadamente Angola, Botswana, Lesotho, Malawi, Moçambique, Namíbia, África do Sul, Swazilândia (eSwatini), Tanzânia, Zâmbia e Zimbabwe.