Angop - Agência de Notícias Angola Press

Chefes de Estado da RDC e do Rwanda deixam o país

12 Julho de 2019 | 19h58 - Política

Luanda - Os Chefes de Estado da República Democrática do Congo (RDC), Félix Tshisekedi, e do Rwanda, Paul Kagame, regressaram esta noite (12) para os respectivos países, depois de terem participado na Cimeira Quadripartida consagrada à segurança e cooperação regional.

Na Cimeira, convocada pelo Presidente da República, João Lourenço, participou também o estadista ugandês, Yoweri Museveni, que deverá deixar o país apenas sábado (13).

Durante o evento, os Chefes de Estado decidiram privilegiar a resolução de qualquer diferendo por meios pacíficos, através dos canais convencionais e no espírito de irmandade e solidariedade africanas.

De acordo com o comunicado final da cimeira, lido pelo ministro angolano das Relações Exteriores, Manuel Augusto, os estadistas decidiram ainda dedicar uma atenção particular à criação de um ambiente propício para o fomento da cooperação entre os seus respectivos países em questões de interesse comum, incluindo política e económica.

Relações Uganda-Rwanda  

Quanto às relações bilaterais entre as repúblicas do Uganda e do Rwanda, a cimeira de Luanda saudou a vontade política de ambos países prosseguirem com o diálogo, a fim de se encontrar uma solução para os problemas existentes.

Nesse sentido, a reunião incumbiu à República de Angola a responsabilidade de facilitar este processo, com o apoio da República Democrática do Congo (RDC).

Durante a cimeira, os quatro Chefes de Estado passaram em revista a situação política, económica e de segurança em África, em geral, e na sub-região, em particular, assim como o reforço da cooperação entre os quatro países.

Os Estadistas saudaram, igualmente, os esforços empreendidos pelas autoridades da RDC na pacificação de todo o território nacional, condenando a persistência de grupos armados que operam no leste do país, obstaculizam o processo de paz e desestabilizam os países vizinhos.

Por outro lado, a reunião saudou os resultados alcançados pela 12.ª Cimeira Extraordinária de Chefes de Estado e de Governo da União Africana, realizada a 07 de Julho de 2019, em Niamey, Níger.

O referido evento dedicou-se, exclusivamente, ao lançamento da parte operacional da Zona de Comércio Livre Continental Africana, que abre novas perspectivas para a integração económica do continente.

Em Junho último, os Chefes de Estado de Angola, Rwanda e da República Democrática do Congo reuniram-se, em N'sele, a Leste de Kinshasa, para abordar o fenómeno dos grupos armados congoleses-democráticos e estrangeiros, que operam na RDC e criam instabilidade na região.