Angop - Agência de Notícias Angola Press

FAA alerta para protecção contra redes terroristas

16 Maio de 2019 | 12h48 - Política

Cabinda - O comandante da Região Militar Cabinda, Amílcar David Eugénio, afirmou quarta-feira que o Estado angolano abriga-se a adoptar todas as formas de defesa para proteger o seu território contra qualquer agressão, incluindo as de redes terroristas.

Ao falar na abertura do XVI encontro metodológico dos chefes de direcção de telecomunicações das Forças Armadas Angolanas (FAA), o tenente general sublinhou que a natureza das ameaças aconselham à prudência, tendo em conta a intensificação da actuação das redes terroristas em alguns países africanos.

Daí a necessidade da adopção de medidas de prevenção e protecção, afirmou no encontro com duração de dois dias.

 Disse ser nesse quadro que as FAA têm orientado, preventivamente, a sua estratégia de actuação para impedir qualquer tipo de acção que ponha em causa a paz e a estabilidade, duramente conquistadas.

Na sua intervenção, Amílcar David Eugénio apontou as vantagens das Tecnologias de Informação (TIC) e, em sentido contrário, alertou para o facto das mesmas estarem ligadas a inúmeros crimes, facilitados pela dependência que todos os sectores do Estado, incluindo as forças armadas e sistemas de defesa, têm dessas redes que possibilitam o fluxo de informação a nível mundial.

A reunião decorre num momento em que está em curso o processo de modernização das Forças Armadas Angolanas, que vai melhorar a capacidade e permitir o cumprimento eficaz da missão de defesa nacional.

Nos trabalhos, orientados pelo chefe de direcção de telecomunicações do Estado Maior General das FAA, Tomás Tchitchi Vemba, participam os responsáveis de direcção das telecomunicações dos ramos das Forças Armadas Angolanas e das regiões militares e de subordinação central.