Angop - Agência de Notícias Angola Press

Centro de produção prevê emitir 20 mil BI por dia

08 Novembro de 2019 | 14h38 - Política

Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, inaugurou nesta sexta-feira, em Luanda, o Centro de Produção e Controlo do Bilhete de Identidade, com capacidade para emitir 20 mil exemplares por dia.

Com 16 linhas de produção, o empreendimento, erguido nos arredores da centralidade do Kilamba, assegura a monitorização, o processamento de dados e a impressão do documento de identificação nacional.

No final do acto, o Presidente angolano destacou a capacidade de produção, que poderá permitir “que nos próximos anos cada angolano tenha o seu documento de identificação”. 

“A capacidade é grande, o investimento foi bem feito”, reconheceu João Lourenço.

O director da unidade, Júlio Lucas, explicou que a produção e impressão do documento será feita em Luanda, frisando que a entrega vai ocorrer num período de dois dias, em Luanda, sete (nas capitais de outras províncias) e 15 (nos municípios mais recônditos).

O gestor sublinhou que o bilhete será distribuído pelo país por via aérea e terrestre.

Júlio Lucas acrescentou que a unidade de produção vai garantir a segurança dos dados a nível nacional, e está interligado em tempo real com as 18 províncias de Angola. 

A construção da unidade, a cargo da empresa construtora chinesa "CEIEC", iniciou-se em Junho de 2018, ocupando uma extensão de três mil 366 metros quadrados. 

O edifício principal tem uma área de três mil e 727 metros quadrados, sendo 430 m2 para a área de produção e 300 m2 destinados ao espaço de monitorização. Vai albergar mais de 200 funcionários.