Angop - Agência de Notícias Angola Press

Angola e Espanha cooperam no domínio da segurança marítima

03 Outubro de 2018 | 15h05 - Política

Luanda - As marinhas de guerra de Angola e de Espanha estão engajadas no aprofundamento da cooperação, no intuito de assegurarem o patrulhamento das costas da zona do Golfe da Guiné e de combaterem a pirataria, tráfico mercantil e contrabando.

Nesse âmbito, está em Angola o navio patrulha oceânica “P-72 Centinela", coordenado pelo capitão de corveta, Fernando Garcia Tobio, que, com 54 tripulantes, promove a troca de experiência no domínio da segurança marítima e aprimora técnicas de saúde, de mergulho, assim como de operações de abordagem, controlo de tráfico mercante, entre outras.

Para o capitão de mar e guerra angolano, Venâncio Oliveira, esta interacção é de suma importância, uma vez que visa pôr fim a violação das fronteiras marítimas, assim como outros males que perigam os países vizinhos.

O navio saiu de Espanha em Agosto último, passando pela Mauritânia, Cabo Verde, Costa do Marfim, Ghana e permanecerá em Angola até domingo, dia em que seguirá para Libreville e Gabão.

A jornada pelos países do Golfo da Guiné enquadra-se na missão da União Europeia, para fiscalização e garantia da segurança marítima na região.