Angop - Agência de Notícias Angola Press

Procurador-geral exorta à cooperação judicial

12 Junho de 2018 | 16h54 - Política

Luanda - O Procurador-geral da República, Hélder Pitta Gróz, exortou nesta terça-feira, em Luanda, aos novos procuradores a cooperar com os demais órgãos que intervém na administração da justiça, aplicando a lei à realidade sócio cultural do país.

  • Procurador-geral da República, Hélder Pitta Gróz (arquivo)

Hélder Pitta Gróz fez esse pronunciamento quando discursava na tomada de posse de 25  novos procuradores, 20 magistrados nomeados para cargos de direcção e chefia, 11 procuradores-adjuntos e uma directora-adjunta do gabinete do Procurador-geral da República.

Afirmou que com a cooperação entre os operadores que participam na administração da justiça será mais fácil fazer funcionar este sector em benefício da população.

“Não há órgãos ou instituições mais importantes que  outras todas trabalham para o mesmo fim e só unidos conseguiremos levar com êxito as reformas que se pretendem na justiça e no direito”, defendeu o Procurador-geral da República.

Quanto aos magistrados promovidos a categoria de procuradores- adjuntos, Hélder Pitta Gróz pediu maior motivação profissional.

“Não existem questões disciplinares nem incompetência para fundamentar esses actos. Acreditamos que continuarão a dar o melhor de si com o mesmo saber, responsabilidade e compromisso nas novas funções”.

Estão com novos procuradores as províncias de Luanda (um), Bengo (um), Benguela (três),  Bié (um), Cabinda (dois), Cuando Cubango (um), Cuanza Sul (dois), Huambo (um), Cunene (um), Huíla (dois), Lunda Norte (dois), Lunda Sul (um), Malanje (um), Moxico (dois), Namibe (um), Uíge (um) e Zaire (dois).

A Província Cuanza Norte é a única de não recebeu reforço.