Angop - Agência de Notícias Angola Press

Cooperação entre Angola e Botswana constitui destaque político

14 Abril de 2018 | 18h33 - Política

Luanda - As conversações entre os Presidentes angolano, João Lourenço, e tswanês, Mokgweetsi Masisi, no quadro do reforço da cooperação entre as Repúblicas de Angola e do Botswana, constituíram, entre outros, o destaque político da semana que hoje (sábado) termina.

  • Presidente da República de Angola, João Lourenço (à dir.), recebe homólogo do Botswana

No quadro de um périplo por vários países da África Austral, o Presidente do Botswana deslocou-se à capital angolana (Luanda) para, durante algumas horas, abordar com o seu homólogo angolano aspectos ligados à cooperação.

Nesta semana, o Presidente da República, João Lourenço, recebeu formalmente um convite do seu homólogo congolês, Dennis Sassou Nguesso, para participar na cimeira de Chefes de Estados sobre a protecção da bacia do rio Congo, a ter lugar no dia 25 deste mês, na cidade de Brazzaville, República do Congo.

Por outro lado, o Chefe de Estado angolano, João Lourenço, recebeu uma mensagem do seu homólogo do Tchad, Idriss Deby Into, relacionada com o estreitamento das relações de cooperação entre os dois países, tendo como portador o ministro dos Negócios Estrangeiros tchadiano, Cherif Mahamat Zene.

O Presidente da República exprimiu nesta semana o desejo de que Angola e o Egipto continuem a incrementar as relações positivas existentes entre si, em prol do desenvolvimento dos seus povos.

O Chefe de Estado angolano, João Lourenço, manifestou solidariedade para com a República Argelina Democrática e Popular e respectivo povo, pelo trágico acidente ocorrido nas imediações da base aérea de Boufarik, com um avião da Força Aérea argelina.

Em mensagem por ocasião do 14 de Abril, Dia da Juventude Angolana, João Lourenço exortou aos jovens angolanos no sentido de se empenharem nas tarefas indispensáveis ao desenvolvimento económico, social e cultural de Angola.

Outro destaque da semana foi a realização da III reunião ordinária da Comissão Nacional de Luta contra a Sida e Grandes Endemias, onde o Vice-presidente da República, Bornito de Sousa, defendeu a necessidade de se reactivar os comités técnicos nacional e provinciais, para garantir a eficácia na luta contra estas doenças.

A Proposta de Lei da Concorrência vai à votação final global na próxima reunião ordinária da Assembleia Nacional, agendada para o dia 19 de Abril do ano em curso, depois da aprovação na especialidade, nesta semana, pelas comissões de trabalho especializadas do Parlamento.

Os deputados da 1ª, 4ª e 5ª comissões de trabalho especializadas da Assembleia Nacional aprovaram por unanimidade o relatório parecer conjunto da proposta de Lei, que visa promover a competitividade dos diversos agentes económicos e a eficiência na alocação dos factores de produção e distribuição de bens e serviços.

Neste período, o ministro do Interior, Ângelo Tavares, informou que as autoridades angolanas deverão ser rigorosas na implementação dos acordos e processos de isenção e simplificação dos actos administrativos para concessão de vistos de turismo a cidadãos de 61 países, no interesse da segurança nacional.

Conversações oficiais entre delegações dos ministérios angolano das Relações Exteriores e britânico dos Negócios Estrangeiros para África, sobre questões bilaterais, mereceram também atenção especial.

O Executivo angolano tem dado passos significativos no cumprimento das recomendações sobre a protecção dos direitos da criança, no âmbito do Comité dos Direitos da Criança das Nações Unidas, segundo anúncio, nesta semana, da secretária de Estado para os Direitos Humanos e Cidadania, Ana Celeste Cardoso.

Outro destaque foi o anúncio do secretário de Estado para Relações Exteriores, Teté António, sobre a possibilidade de cerca de 4,6 milhões de turistas entrarem em Angola nos próximos dez anos.