Angop - Agência de Notícias Angola Press

Huíla: Governador defende policiamento actualizado e permanente

13 Janeiro de 2018 | 04h52 - Política

Lubango - A complexidade das missões de garantia de segurança, ordem e tranquilidade pública exigem actualizações permanentes dos métodos de actuação para a obtenção de resultados mais eficazes na prevenção e combate de crimes, defendeu sexta-feira, no Lubango, o governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge.

  • Huíla: Marcelino Tyipinge - governador provincial

O governante, que falava na primeira reunião de auscultação à comunidade, no âmbito do policiamento de proximidade, disse que a participação da população é primordial nesta "grande empreitada", com a prestação de informações úteis à polícia, para que a mesma possa cumprir as suas obrigações com maior rigor, uma vez que o agente não pode estar em todos os locais.

Afirmou que estudos comprovam que a nova visão de policiamento, voltada para a comunidade, promovem alterações significativas de modelos na prestação de serviços de segurança a população, onde o objectivo principal é de estreitar as relações entre o polícia e a sociedade.

Frisou que o polícia que trabalha com a comunidade constitui um ser mais humano e legitimo, na busca de acções e práticas efectivas, que  possam reduzir significativamente o impacto dos problemas causados pela criminalidade na província.

Enalteceu a iniciativa da delegação provincial do Ministério do Interior em promover a acção, que se enquadra na filosofia de policiamento com a  participação directa da população, mediante a sua protecção e segurança no meio social.

Estiveram  presentes na reunião perto de 500 participantes da comunidade da Huíla, desde administradores municipais, comunais e de bairros, comandantes municipais da Polícia Nacional, Serviços de Protecção Civil e Bombeiros, Serviços Penitenciários e da Migração Estrangeiro, autoridades tradicionais e religiosas, líderes juvenis, coordenadores das comissões de moradores de bairros, entre outros.