Angop - Agência de Notícias Angola Press

Anália Pereira é candidata do PLD as próximas eleições presidenciais

03 Dezembro de 2004 | 21h34 - Política

Luanda

  • ana031204

Luanda, 03/12 - Anália de Vitória Pereira foi indicada pelo Partido Liberal Democrático (PLD) como sua candidata às próximas eleições presidenciais, no termo do seu terceiro Conselho Nacional, encerrado hoje, em Luanda.

Segundo um comunicado divulgado na sessão de encerramento daquele órgão deliberativo, iniciado quinta-feira, para esta escolha jogou o exemplo de "coragem, dedicação e boa condução na resolução dos assuntos internos do partido e na defesa dos problemas básicos do povo angolano".

Os participantes à reunião magna do PLD, confiantes na sua representante, manifestaram o seu apoio incondicional à presidente e aprovaram uma moção de louvor dirigida à todos os militantes.

No final, os liberais democratas marcaram o seu congresso para Junho de 2005, altura em que se fará a renovação de mandatos, ao mesmo tempo que recomendaram o reforço dos contactos com a "Internacional Liberal" visando prepara-se para opleito eleitoral, previsto, em princípio para 2006.

Na ocasião, a presidente da PLD, visivelmente satisfeita, agradeceu a confiança em si depositada, pedindo o empenho de todos os membros, amigos e simpatizantes da sua organização partidária a se empenharem na resolução dos problemas organizativos do partido e a contribuírem para a reconstrução e reconciliação do país.

Lembrou que o actual momento é de sacrifício e renúncias para o bem do povo. Considerou 2005 como ano decisivo para o êxito do seu partido.

Os participantes do encontro pedem ao Governo para dar mais celeridade ao processo de desarmamento da população civil e resolução pacífica do conflito de Cabinda que, em sua opinião, passa por um diálogo franco e aberto entre as partes envolvidas.

Considerando o agravamento das condições sócio-económicas das populações o ConselhoNacional do PLD solicita ao Governo que aplique uma efectiva política de luta contra a pobreza.

Reiteram a posição do partido sobre a proposta das eleições legislativas se realizarem separadamente das presidenciais, conforme deixou expresso na última sessão do Conselho da República, decorrida a 2 de Julho, em Luanda.

A reunião do Conselho Nacional do PLD, que decorreu de quinta a sexta-feira, visou a alteração dos seus estatutos, alargamento da Comissão Política, recondução de mandatos dos membros do secretariado executivo e a análise do perfil dos candidatos à deputados.

Sob o lema "Um Futuro Digno para os Angolanos, Justiça, Pão, Paz e Liberdade", os trabalhos foram orientados pela sua presidente e decorreu no Anfiteatro da Liga Nacional Africana.