Angop - Agência de Notícias Angola Press

Morreu Mory Kanté

22 Maio de 2020 | 21h53 - Lazer e Cultura

O Músico guineense Mory Kanté morreu hoje, aos 70 anos de idade, em Conacry, capital da Guiné, vítima de doença prolongada, anunciou o seu filho, Balla Kanté.

De acordo com a fonte, o artista, que padecia de uma doença crónica, não conseguiu viajar para França, para o tratamento habitual, por causa das limitações motivadas pela pandemia do Covid-19

Nascido na Guiné, mas com ascendência maliana, Mory Kanté foi uma das principais referências da música africana

Depois de ter colaborado no início dos anos 1970 com o grande músico do Mali, ainda vivo, Salif Keita, na banda “Rail Band”, onde Kanté se tornou vocalista após saída de Keita, em 1980 o músico guineense optou pela carreira a solo.

Cantor e instrumentista (tocador de Kora), Mory Kanté lançou vários discos e singles durante a década de 1980, mas foi com o êxito “Yé ké yé ké” que tornou-se o primeiro artista africano a vender mais de um milhão de cópias de um single e a tornar-se amplamente reconhecido no continente europeu.