Angop - Agência de Notícias Angola Press

Ministra destaca benefícios da homologação online de certificados

26 Junho de 2020 | 21h35 - Educação

Luanda - A ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Sambo, afirmou, nesta sexta-feira, em Luanda, que a gestão tecnológica ou digital dos processos de homologação e de reconhecimento de estudos aumenta os níveis de controlo da autenticidade, da veracidade e da segurança dos certificados e diplomas do ensino superior.

  • Ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Sambo

Conforme a ministra, que falava na cerimónia de apresentação do novo protótipo de Homologação e Reconhecimento de Estudos de Ensino Superior com esse processo se está a dar um passo determinante na reestruturação técnica e orgânica do Instituto Nacional de Avaliação, Acreditação e Reconhecimento de Estudos(INAAREES), no quadro da Reforma do Estado.

Acresceu que, na sequência de esforços realizados desde 2018 para que o instituto possa responder mais rápido e eficazmente aos desafios que enfrenta quotidianamente e consequentemente melhorar a qualidade do serviço prestado, um grupo de trabalho deu início ao ingente e complexo processo de desenvolvimento da plataforma de gestão de processos de homologação e reconhecimento de estudos do ensino superior.

De acordo com a governante,a plataforma tecnológica vai permitir que o INAAREES aumente a sua capacidade de detecção de irregularidades no domínio da formação académica e dos títulos e graus a ela inerentes.

Na perspectiva do progresso do desenvolvimento da plataforma, Maria do Rosário Sambo destacou que foram alojadas a plataforma do Data Center do Instituto Nacional de Fomento de Sociedade de Informação (INFOSI), criação do domínio (redireccionamento concluído), parametrização dos aspectos funcionais e não funcionais.

Inclui ainda a realização de testes de simulação na plataforma, formação de pessoal, teste de disponibilidade, manuais de procedimento, desenvolvimento do portal do INAAREES, criação de e-mails institucionais, carregamento de dados em ficheiros de formato adequado (CSV) na plataforma.

A plataforma, avançou a governante, vai reforçar o dinamismo das acções de reforma do Estado, cujo objectivo é o de garantir um serviço mais próximo do cidadão.

Com o portal, disse, será reduzida a burocracia, reforçar-se-á a capacidade de resposta do INAAREES, resultando em maior conforto e comodidade no atendimento público, quer para os funcionários quer para os utentes.

Conforme a ministra, será um processo fácil, dinâmico, rápido e eficaz, próximo dos cidadãos, desprovido de burocracia, que vai deixar de existir enchentes de utentes no INAAREES.

Maria do Rosário Sambo apelou as Instituições de Ensino Superior Públicas e Privadas que ainda não procederam ao envio ao INAAREES dos dados académicos preenchidos no ficheiro CSV maior celeridade, pois sem os dados a plataforma fica desprovida de conteúdo, deixando de cumprir com o seu principal objectivo.