Angop - Agência de Notícias Angola Press

Governo quer aposta no ensino das ciências exactas

07 Outubro de 2019 | 17h45 - Educação

Mbanza Kongo - O secretário de estado de Educação para o Ensino Técnico Profissional, Jesus Joaquim Baptista, reconheceu, nesta segunda-feira, em Mbanza Kongo, província do Zaire, haver escassez de professores de especialidade de Matemática no subsistema do ensino geral.

  • Secretário de estado da educação, Jesus Joaquim Baptista (arquivo)

De acordo com o responsável, que falava à imprensa à margem da cerimónia de abertura da Xª edição do concurso nacional das Olimpíadas de Matemática, que decorre nesta cidade,  o sector  tem estado a incentivar os alunos a optarem pelas ciências exactas e, em especial, à matemática.

Jesus Joaquim Baptista atribuiu papel fundamental aos pais e encarregados de educação na orientação vocacional dos filhos, encorajando-os a especializarem-se em Matemática, Química, Física ou Biologia.

A Matemática, de acordo com Jesus Baptista, é uma disciplina que permite e facilita o pensamento  lógico para maior absorção dos conhecimentos ministrados pelo professor.

Sugeriu uma maior interação entre  estudantes, instituições de ensino superior e outras áreas  ligadas às técnologias sobre a importância da aprendizagem da Matemática, afirmando que o país precisa de mais quadros formados nesta disciplina específica tendo em conta os desafios do seu desenvolvimento tecnológico.

Sem avançar o número de professores dessa disciplina que o país possui, aconselhou aos professores a desenvolverem nos  educandos conhecimentos integrais virados para a vertente prática, ao invés de se limitarem apenas a transmitir conteúdos meramente teóricos.

Relativamente ao concurso, o director nacional para o ensino geral, Gabriel Alexandre Boa Ventura, afirmou que visa contribuir para o desenvolvimento tecnológico do país, que possui imensos recursos naturais por explorar e que exigem conhecimentos aturados nesta área das ciências.

“A Matemática é ponto fulcral para o aperfeiçoamento de novas tecnologias que podem nos levar para o desenvolvimento económico”, vincou.

Nesta edição do concurso das Olimpíadas de Matemática participam  24 alunos da 6ª, 9ª e 11ª classes, cinco dos quais do sexo feminino, com idades entre 11 e 17 anos, em representação das províncias do Zaire, Bengo, Luanda, Cabinda, Lunda Norte, Cuanza Norte, Cuando Cubango e Bié.

A nona edição deste certame realizou-se em Outubro de 2018 na província vizinha do Bengo.

Na altura, 15 das 18 províncias participaram do concurso, tendo apurado como vencedores os alunos da 6ª classe, William Adriano Fernando, da província do Cuanza Sul, Anacleto Alfredo Geraldo, aluno da 9ª classe, província do Zaire, assim como Luciano Chila António Tito, aluno da 11ª classe, província do Bengo.