Angop - Agência de Notícias Angola Press

ISCED envolve-se no combate ao analfabetismo

12 Abril de 2019 | 14h18 - Educação

Huambo - O Instituto Superior de Ciências de Educação (ISCED) na província do Huambo abriu hoje, sexta-feira, uma campanha de alfabetização, juntando-se, assim, aos esforços do gabinete da Educação na erradicação no analfabetismo.

  • Huambo: Director do ISCED, Mário Rodrigues

As aulas de alfabetização, a serem dadas por 530 estudantes do 3º ano, arrancam na segunda-feira em diferentes pontos da província, segundo deu a conhecer o director-geral da instituição, Mário Rodrigues, durante o lançamento do programa de alfabetização designado “aprender para brilhar”.

Explicou que esta iniciativa enquadra-se nas actividades de extensão universitária, na cadeira de Prática Pedagógica I, como primeira fase do estágio curricular dos estudantes.

Informou que a alfabetização decorrerá em quatro meses, com a aplicação das metodologias do programa cubano denominado “sim eu posso”, sendo que a meta é alfabetizar 5300 cidadãos, 10 por cada um dos estudantes.

O director-geral do ISCED na província do Huambo admitiu que esta iniciativa, a primeira do genéro, constitui um marco substancial de desenvolvimento das comunidades, ao salientar que o ponto de partida para o desenvolvimento de qualquer nação, nos diferentes sectores, tem como base a educação.

Admitiu que a resolução dos vários problemas que as comunidades enfrentam, desde os mais simples aos mais complexos, poderiam ser resolvidos se os cidadãos tivessem o conhecimento mínimo de distinguir o bem e o mal e fazer um juízo de valor.

Considerada a maior instituição pública de ensino superior na província do Huambo, pela sua oferta formativa e quantidade de estudantes, o ISCED ministra cursos de ensino da Geografia, Física, Biologia, Química, Matemática, Português, Inglês e História, estando matrículados 2640 estudantes, nos períodos diurno e nocturno.

Além destes cursos de licenciatura, com duração de quatro anos e um de estágio, a instituição ministra, desde 2016, mestrados em Educação para gestão e conservação da natureza e em Ciências da educação, frequentados por 50 estudantes.

Este ano o ISCED abriu cursos de curta duração para licenciados, nas especialidades de Educação ambiental, Metodologia de ensino de língua inglesa e portuguesa, Didática das ciências, Tecnologia educativa e mono-docência, Gestão de instituições escolares, Tecnologia educativa, Agregação pedagógica, Gestão de instituição educativa, Docência universitária e Análise temática, com 278 matriculados.