Angop - Agência de Notícias Angola Press

Alunos podem ver correção das provas na UAN

11 Fevereiro de 2019 | 14h49 - Educação

Luanda - Os candidatos reprovados nos testes de admissão nas unidades orgânicas da Universidade Agostinho Neto (UAN) têm a partir desta segunda-feira a possibilidade de ver as correções das provas, no Campus Universitário, onde estão publicados os resultados do exames de acesso.

A comissão tecnológica e a equipa técnica da UAN, constituídas por perto de 50 pessoas, estão encarregues de atender todos os reclamantes, uma vez que a correção dos exames foi automática.

Segundo o director do Gabinete de Comunicação Institucional da UAN, Arlindo Isabel, as reclamações vão até às 15 horas de terça-feira e aos alunos é dada a possibilidade de ver a prova, visto que a maior reclamação tem a ver com as notas.

De acordo com o Decreto Presidencial 05/19 de 08 de Janeiro no seu artigo 19º, no  ponto 1, o candidato tem o direito de solicitar a revisão do seu exame no prazo de 48 horas, a contar da fixação dos resultados dos exames de acesso.

Em relação ao estudante Arlindo Vunge Miguel, que obteve 20 valores no exame de acesso dos cursos de Electrotecnia e Matemática nas Faculdades de Engenharia e de  Ciências, Arlindo Isabel disse ser um orgulho para a UAN e mérito para a escola do II Ciclo em que o aluno é proveniente.

Ressaltou que esta nota prova que o sistema de educação no país não está, de todo, em decadência como muitos fazem crer.

“É falso dizer que os candidatos não aprendem, pois havendo melhores métodos de ensino qualquer jovem consegue aprender e isso depende muito de quem ensina”, disse.

Os  exames de  acesso na UAN foram realizados no período de 30 de Janeiro a 01 de Fevereiro.

A instituição colou ao dispor dos candidatos cinco mil e noventa e cinco vagas nas suas nove unidades orgânicas, mais 125 vagas em relação ao ano académico 2018.

A Universidade Agostinho Neto conta com 45 cursos nas suas nove unidades orgânicas e sete faculdades.

Fundada em 1976, a UAN é a mais antiga e maior

universidade de Angola, sendo a referência no ensino superior angolano. Nela ministram-se cursos nos domínios da Engenharia, Ciências Sociais, Direito, Economia, Letras e da Medicina.