Angop - Agência de Notícias Angola Press

Comissão multisectorial supervisiona correcção de provas do concurso público da educação

12 Julho de 2018 | 14h11 - Educação

Luena - O processo de correção de provas dos candidatos que concorreram nesta quarta - feira pelas vagas no sector da educação, na província do Moxico, está a ser supervisionado por uma comissão multi-sectorial coordenada por entidades afecta a Igreja Católica.

  • Coordenadora da comissão de correção de provas, Euridice Filipe
  • Igreja Católica supervisiona correcção de provas do concurso público da educação

Segundo o director provincial da educação, Raimundo Ricardo, que revelou hoje, quinta-feira,o facto à imprensa, o envolvimento de sacerdotes e madres na coordenação do processo de correcção das provas visa garantir a isenção e maior transparência no apuramento dos resultados.

Informou que as provas dos correntes dos noves municípios estão a ser corrigidas na cidade capital (Luena) por membros da comissão criada, composta por professores de diferentes escolas, delegados dos respectivos municípios e técnicos da direcção provincial da Educação.

A madre Euridice Felisberta Filipe, que coordena a comissão de correcção, confirmou que o processo está a decorrer com a maior transparência possível, com vista a se apurar os candidatos que melhor se adequam as exigências da profissão.

“De forma a se assegurar a isenção, a comissão está a codificar e retirar o canto da folha de prova onde consta o nome do candidato para evitar que quem estiver a corrigir não tenha ideia de quem se trata o autor do exame”, explicou.

O ocncurso contou com a participação de mais de sete mil candidatos para o preenchimento de 941 vagas do ensino primário, I e II ciclo.